Estado oficializa não renovação de concessões de pedágio. Polo Pelotas continua até 2026.

    O governo do Estado oficializou ontem a decisão de não renovar os contratos das concessões das rodovias pedagiadas. Durante cerimônia realizada no final da manhã no Palácio Piratini, o governador Tarso Genro (PT), o secretário de Infraestrutura, Beto Albuquerque, e a procuradora-geral Helena Maria Coelho, assinaram as notificações extrajudiciais que comunicam às cinco empresas que administram as praças de pedágio que os contratos não serão renovados após seu término, em 2013. Os trechos federais serão devolvidos à União, que deve passar imediatamente sua administração e manutenção ao Dnit, sem a cobrança de pedágios. Os estaduais passarão para a nova Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), criada no pacote de projetos enviado ao Legislativo.
    Fonte: Correio do Povo
    Comentário meu – A não renovação dos contratos de concessão das rodovias pedagiadas refere-se aos polos de Carazinho, Caxias do Sul, Metropolitano, Lajeado, Gramado, Santa Cruz do Sul e Vacaria. O chamado polo de Pelotas segue com a concessão da Ecosul até 2026. Para quem trafega pela BR-116 entre Porto Alegre e Pelotas, a única diferença será o fim da praça próxima a Guaíba (apenas no sentido capital-interior), que deixará de ter a cobrança, que hoje está em R$ 6,70.
    Posts relacionados



    Comentários