Informações sobre o estaleiro da Wilson, Sons em Rio Grande

    O engenheiro naval e diretor da instituição, Adalberto Luiz Renaux Souza, abordou a implantação da Unidade Industrial no município em uma reunião-almoço nesta quarta-feira (26) na Câmara do Comércio. Souza confirmou que todas as licenças já foram emitidas e que o único impedimento para o início das obras é a autorização da Secretaria do Patrimônio da União (SPU) para a utilização da faixa de cais.

    Após o início das obras de construção, o prazo de conclusão do estaleiro é de três anos. Cerca de 540 empregos diretos devem ser gerados neste primeiro momento. Na segunda fase, quando a unidade estiver em pleno funcionamento, outros 650 cargos devem ser abertos. O investimento deve chegar a 155 milhões de dólares nos 84 mil metros quadrados de área que deve ter o local. No entanto, a aplicação desta verba no município só virá após a legalização de todos os aspectos. Adalberto explicou que tem todas as licenças necessárias, projeto e financiamento aprovado. “Nós estamos prontos”, conclui.

    Segundo Adalberto a empresa é montadora e trabalha com logística integrada. A Wilson Sons instalou-se em Rio Grande em 1915 e atualmente conta com 1023 colaboradores diretos no município. “Não estamos de passagem por Rio Grande. Trata-se de uma relação de mais de cem anos. Não estamos vendendo sonhos, viemos realmente para investir aqui”, afirma. As embarcações construídas têm 60% do material nacional em sua constituição.

    O diretor conta que juntamente com as vagas de emprego virá a oportunidade de qualificação. Jovens de 18 a 22 anos serão recrutados para participar de cursos em um centro de treinamento que será montado em parceria com o Senai. As capacitações devem atender às demandas dos segmentos navais e formar soldadores, caldeireiros, pintores e outros profissionais. “As aulas serão teóricas e práticas”, diz Adalberto. Ele conta ainda que 95% de quem participa dos cursos é aproveitado pela empresa. 

    Fonte: Mariana Santos – Diário Popular
    Posts relacionados:



    Comentários