Prefeitura de Rio Grande quer construir 1500 casas do Minha Casa, Minha Vida

    Um novo projeto deverá, em breve, ser apresentado em Rio Grande para atender as necessidades habitacionais de famílias que possuem renda de até três salários mínimos. Em parceria da Caixa Econômica Federal e da Prefeitura Municipal será publicado edital para empresas que se interessarem em projetar e construir 1.500 novas unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida.
    Nesta sexta, 3, foi apresentada a abertura do processo que deverá escolher a empresa, através de edital público, para a realização do projeto. Na ocasião foi explicado que essa ação se integra ao plano de mobilidade e da descentralização do Município. Existem cadastrados em Rio Grande mais de oito mil famílias que aguardam unidades habitacionais com incentivos das esferas de governo, segundo apresentou o secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Roberto Dutra.
    A área destinada aos lotes individuais está sendo designada pela Prefeitura e surge a partir do desmembramento do loteamento Cidade de Águeda. O nome do novo empreendimento só será analisado posterior a divulgação da empresa vencedora da concorrência pública. Segundo o secretário de Coordenação e Planejamento, Paulo Cuchiara a área onde serão instaladas as novas unidades habitacionais possui 57 hectares.
    “Cada uma das casas deverá possuir 160 metros quadrados e as de esquinas 200 metros quadrados. A empresa vencedora deverá realizar toda infraestrutura necessária ao loteamento e para que possam participar precisam estar credenciadas na Caixa e atender a todas as demandas que constam no edital”, explica Cuchiara. As empresas poderão se inscrever até o dia 20 de agosto de 2012, às 17h na Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano.



    Comentários