Primeiro transplante do Lote 1 da BR-116 é realizado

    Na presença da Supervisão Ambiental das obras de duplicação da BR-116/392, foi realizado o primeiro transplante de árvore no lote 1 A. O butiazeiro foi retirado do local onde será construída a nova pista da rodovia e colocado às margens do empreendimento. “Para causar o mínimo de impacto à planta geralmente tentamos realocá-la para o local mais próximo ao que nasceu, assim ela se adapta mais facilmente ao procedimento”, explica a engenheira florestal Débora Bortoli Sartori.
     
    Para o trecho de 24 quilômetros, que abrange o lote 1 A e o lote 1 B, estão previstos cera de 590 transplantes como esse. As principais espécies transplantadas são butiazeiro, figueira, jerivá e corticeira-do-banhado. Essa é uma das medidas do DNIT para diminuir o impacto da rodovia sobre o meio ambiente. Nos lotes 2 e 3 desta mesma duplicação foram realizados mais de mil transplantes de espécies nativas.



    Comentários