Agenda 04/09/2012 – Rodada de Negócios em Pelotas

    Ocorre nesta terça-feira em Pelotas a 2ª Rodada de Negócios do Comércio, que ocorre nesta terça-feira (4), no oitavo andar do edifício Palácio do Comércio, sede da Associação Comercial de Pelotas (ACP), numa promoção da entidade com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) gaúcho, através da Regional Sul. A abertura está marcada para as 8h30min e as negociações ocorrerão das 9h às 18h, conforme agendamento prévio. 


    “Os compradores estão com as agendas lotadas”, adiantou, na segunda, a gestora do Projeto de Comércio e Serviços da Regional, Márcia Porto. Participarão dessa segunda edição 24 compradores, que são empresas de grande porte tanto locais como de fora da cidade e secretarias municipais, e 110 fornecedores, todos locais, de pequeno porte. A Petrobras, o Colégio Gonzaga, a Santa Casa de Misericórdia, o Diário Popular, a Lifemed, o Hotel Jacques Jorges, a Josapar, a Ecovix, a Usimec, a ACPO, a Cosulati e a Escola Mario Quintana estão entre as compradoras, adianta Márcia.

    No horário agendado junto ao Sebrae, as empresas fornecedoras participarão de negociação direta com as compradoras. Segundo a presidente da ACP, Patrícia Cavada, essa é uma oportunidade para as grandes empresas conhecerem novos fornecedores locais. Na 1ª Rodada, realizada em setembro de 2011, foram realizadas 336 negociações entre essas duas partes, com volume de transações acima de R$ 1,4 milhão. O acréscimo de 60% no número de fornecedores apontam para o sucesso dessa segunda edição, na opinião de Patrícia. 


    Paralelos

    Eventos paralelos foram preparados pelo Sebrae gaúcho. Na sala 11 do sétimo andar do prédio da ACP, às 10h e às 14h, será apresentado o Programa Agentes Locais de Inovação (ALI) e às 11h e às 15h, será a vez do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp), com a presença de representantes da Petrobras. Na sala nove do mesmo andar, serão prestadas assessorias para micro e pequenos empresários que participarão das agendas de negócios. “São assessorias de orientação”, adianta Márcia, lembrando que muitas empresas pequenas terão que esperar entre uma e outra negociação e poderão aproveitar esse tempo com a agenda paralela.   
    Fonte: Maria da Graça Marques – Jornal Diário Popular




    Comentários