Executivos chineses visitam o porto do Rio Grande

    A Superintendência do Porto do Rio Grande (Suprg) recebeu, na tarde desta quarta, uma comitiva de Executivos do grupo chinês Shandong Wuzheng que estão interessados em fazer investimentos no Brasil, sendo que o Rio Grande do Sul é um dos lugares em estudo. Na terça-feira, a comitiva chinesa, chefiada pela vice-gerente geral do Setor Automotivo do grupo chinês,  Wenny Jiang, esteve com o governador do Estado, Tarso Genro. E hoje, 24, visitou São Lourenço e Rio Grande. Os empresários chineses estão conhecendo as potencialidades da região para possível instalação de empresas.
    Os chineses vieram a Rio Grande acompanhados do atual prefeito e do prefeito eleito de São Lourenço do Sul, José Nunes e Daniel Raupp, respectivamente, e do empresário Nicke Kohler, que é presidente da Kohler Implementos Agrícolas, de São Lourenço. O grupo chinês estuda a instalação de uma fábrica de tratores no Brasil, possivelmente por meio de uma joint venture com empresários brasileiros. E Nicke Kohler, segundo o Governo do Estado, pode vir a ser o sócio brasileiro da Shandong Wuzheng. No entanto, não há nada acertado ainda. A instalação na Bahia também é cogitada.
    O superintendente do Porto, Dirceu Lopes, fez uma apresentação do porto rio-grandino à comitiva chinesa, discorrendo sobre a localização do porto, de sua infraestrutura, da intenção da Suprg em investir mais na hidrovia e do projeto de ampliação do porto com uso da Ilha do Terrapleno, entre outros pontos. Conforme Somchai Ansuj, da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoções do Investimento (AGDI), que também acompanhou os executivos chineses na visita a Rio Grande,  Wenny Jiang considerou muito positiva a infraestrutura do porto rio-grandino.
    Somchai Ansuj falou que parte da delegação chinesa volta para a China nesta quinta-feira e outra parte fica para levantar mais dados para o estudo que realiza. Segundo ele, ainda não está definido que o investimento do grupo chinês ocorrerá na região Sul do Estado. Lembrou também que o vice-governador Beto Grill e uma equipe do seu Gabinete e da AGDI, estiveram na China, em maio, em um trabalho para apoiar o negócio da Shandong Wuzheng com a empresa de São Lourenço.
    Dirceu Lopes observou que se o Grupo se instalar em São Lourenço, usará o porto de Rio Grande para fazer seus produtos circularem pelo mundo todo. A Shandong Wuzheng Group é especializada na fabricação de caminhões, tratores, veículos de pequeno porte para indústria, máquinas e implementos agrícolas. No Brasil, o plano é começar com uma linha de produção de tratores voltados ao setor agrícola, com uma estimativa de US$ 50 milhões em investimentos, com a geração de 2.000 a 2.500 empregos.
    Fonte: Carmem Ziebell – Jornal Agora

     ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook 

    Siga o Blog no Twitter
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários