Empresa de Pelotas apresenta novas tecnologias para segurança portuária

    A TeleAlarme Brasil promoveu na manhã desta quarta-feira (7) o 1º Monitora. As palestras de fabricantes internacionais de novas tecnologias em segurança abordaram o tema Sistemas para controle e monitoramento de recintos alfandegados e industriais. A primeira edição do evento ocorreu após um café da manhã no Salão Nobre da Câmara do Comércio de Rio Grande juntamente com cerca de cem empresários do município.

    Na ocasião foram apresentadas as grandes inovações tecnológicas em segurança para o setor portuário e para as grandes indústrias. O diretor da empresa, Paulo Benemann, realizou a abertura do encontro. Ele explicou que com o advento do polo naval rio-grandino a TeleAlarme Brasil se estruturou para atender as exigências do Código Internacional para Segurança de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code – International Ship and Port Facility Security Code). “Somente despois desta preparação foi possível nos candidatarmos para atender essa demanda”, conclui.

    A Tele Alarme Brasil trabalha para a segurança da Superintendência do Porto do Rio Grande (SUPRG) há três anos. A firma – que atua há 32 anos em mais de 200 cidades gaúchas – é a única no Estado credenciada e preparada de acordo com o ISPS Code. “Nenhum navio atraca no porto se a empresa que presta o serviço de segurança não atender a estes requisitos todos”, exemplifica.

    O 1º Monitora abordou soluções de última geração para a segurança portuária. Entre elas é possível citar os modernos circuitos fechados de TV; controle de acesso de pessoas, cargas, contêineres, caminhões, trens e navios; segurança perimetral, vigiando o contorno dos locais para que não haja invasão do território; alarme de incêndio e outras. Grandes fabricantes destas novas tecnologias palestraram e apresentaram os produtos aos empresários. Sony, WDC, Trix, Pelco e outras marcas estavam representadas.

    Segundo Benemann, a cidade de Rio Grande foi escolhida para a primeira edição devido a sua importância no contexto econômico estadual. “Não haveria outro lugar melhor”, afirma. O próximo evento, também com entrada franca, está marcado para abril do próximo ano na região metropolitana de Porto Alegre. O objetivo do Monitora é aproximar as grandes empresas das recentes inovações tecnológicas para segurança.

    Fonte: Mariana Santos – Jornal Diário Popular
    ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook 

    Siga o Blog no Twitter
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários