Programa Porto 24 horas é iniciado em Rio Grande e mais 7 grandes portos do país

    A Secretaria Especial de Portos (SEP) anunciou ontem o início do programa Porto 24 horas em oito grandes terminais, dentro do esforço do governo para desburocratizar e dar mais eficiência ao sistema portuário para aumentar a competitividade do país. O novo regime prevê que equipes de fiscalização dos diversos agentes públicos que atuam nos portos vão operar eletronicamente integrados, durante os sete dias da semana e 24 horas por dia, para liberar cargas, embarcações e veículos.
     

    De acordo com o cronograma apresentado pela SEP, os portos de Santos (SP), Rio de Janeiro e Vitória começaram a operar ontem dentro das novas regras, em caráter experimental. A partir de segunda-feira, esses terminais deverão funcionar permanentemente por 24 horas. Os portos de Paranaguá (PR), Suape (PE), Rio Grande (RS), Itajaí (SC) e Fortaleza vão integrar o sistema a partir de 3 de maio, também em teste, efetivando a mudança a partir de 6 de maio. A expectativa do governo com as mudanças é reduzir em 25%, em média, os custos de operação portuária. O objetivo deverá ser atingido com a diminuição do tempo de movimentação de mercadorias, tanto importadas quanto de exportação.

    Conforme estudos, enquanto no Brasil se gasta US$ 80 para transportar uma tonelada de grãos do campo até o porto mais próximo, na Argentina, se despende US$ 23 e nos Estados Unidos, apenas US$ 20.

    ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook 

    Siga o Blog no Twitter
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários