Sebrae e EBR apresentam Programa Cadeia Produtiva

    Numa promoção do Sebrae e do Estaleiro Brasil (EBR), foi realizado nesta sexta, no Restaurante Confraria
    do Porto, um café da manhã que contou com a presença de representantes de vários segmentos produtivos do Rio Grande.

    Na oportunidade, numa parceria com a Petrobrás, o gestor do Programa de Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia na região, Ricardo Fares, fez apresentação do “Programa Cadeia Produtiva” para a região sul do Estado. O trabalho visa às empresas que podem se constituir em fortes fornecedoras da cadeia de petróleo, gás e energia.
    Foto: Leandro Carvalho/Jornal Agora
    “Saber suas necessidades e potencialidades é o nosso objetivo. Precisamos de empresas preparadas para a demanda que está aí a nossa frente. O objetivo do programa é justamente orientar e programar o desenvolvimento dessas pequenas e micro empresas”, disse Fares, acrescentando que é necessário conhecer a atividade para que seja possível dar ao pequeno empresário da região as condições esperadas pelos grandes investidores, especialmente agora, quando mais um mega projeto começa a se instalar na região do Cocuruto, em São José do Norte.
    Logo após, foi a vez de Marta Krafta, da EBR, discorrer sobre a implantação do projeto em São José do Norte, onde já está em pleno  desenvolvimento o  trabalho de limpeza e terraplanagem da área, através da Codel.
    Marta lembrou que, até então, a EBR era uma empresa virtual, mas que agora já tem corpo sólido e trabalha no aparo das últimas arestas para o início efetivo das obras de construção do projeto.  “Está dentro dos planos da EBR a construção do cais ainda este ano para o recebimento das embarcações. Além do cais, ficará em disponibilidade uma área para a construção do dique seco”, frisou a representante da EBR.
    Usou da palavra, também, o engenheiro Josenildo Alves, gerente industrial da Petrobras em Rio Grande, incentivando o lançamento do programa e lembrando que hoje a empresa está investindo nesta região algo superior a R$ 9 bilhões, enquanto que para o Rio de Janeiro, por exemplo, os investimentos chegam a R$ 7 bilhões.
    Após apresentar um vídeo institucional da empresa, Marta se colocou à disposição para responder perguntas que lhe foram formuladas pelos presentes, além de cadastrar empresas interessadas em fornecer para a EBR. Os interessados podem fazer contatos pelos (53) 3238.1695 e (53) 3238.1732.

    ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook 

    Siga o Blog no Twitter
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários