Expectativa em Candiota para leilão de projetos de geração de energia a carvão

    Não é pequena a expectativa em Candiota com o resultado do leilão da próxima semana, que definirá a retomada dos projetos de geração de energia a carvão, após um hiato de vários anos. A festa ainda não está pronta, mas, com certeza, a comemoração será organizada se o projeto da termelétrica de Seival para o município, investimento de R$ 3,1 bilhões, vencer o leilão. Não é de se admirar: a população local é de 10 mil habitantes, mas a construção e operação da usina podem significar até 5 mil empregos.

    – O carvão é o nosso pré-sal, o impacto será grande e atingirá muitos segmentos da economia. Sem falar na garantia de energia, que não depende de água e nem dos ventos, em um Estado que importa de 70% a 75% de seu consumo. E sem danos ao ambiente. Só em Candiota, são cinco estações de monitoramento de qualidade do ar – diz o prefeito Luiz Carlos Folador (foto).

    Com capacidade para gerar 600 megawatts de energia, a térmica Seival Sul, da MPX com a alemã E.ON, já conta com as licenças prévia e de instalação, requisitos para o leilão. Mas, com a crise de energia no país, existe a perspectiva de que, no leilão de dezembro, empresas se habilitem somente com o projeto, sem as licenças. Assim, poderá participar também a Tractebel, com a térmica Pampa com capacidade de 340 MW.

    Fonte: Maria Isabel Hammes – Informe Econômico – Jornal Zero Hora
    ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários