Ministro confirma para este ano licitação para obra do Porto Novo

    Em audiência com o líder do PSB na Câmara, deputado Beto Albuquerque (RS), representantes da Secretaria de Infraestrutura e Logística do RS (Seinfra) e Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH), o ministro Leônidas Cristino, da Secretaria Especial de Portos (SEP) da Presidência da República, confirmou na manhã desta quarta-feira (14) a realização, ainda este ano, de licitação para obra de revitalização de 1.125 metros do cais do Porto Novo de Rio Grande, investimento estimado de R$ 140 milhões.

    Na reunião, que teve a participação do diretor-superintendente de Portos e Hidrovias (SPH), Pedro Homero Flores Obelar, do diretor-geral da Seinfra, Lauro Hagemann, o diretor de Logística e Integração, Geraldinho Filho, e o secretário de Infraestrutura da SEP, Fernando Victor Castanheira, ainda foi confirmado que a Secretaria Especial de Portos assumirá o canal de acesso ao Porto de Pelotas e ao Porto de Porto Alegre no que diz respeito a investimentos na manutenção pelos próximos 10 anos. 

     
    Outro ponto reiterado ao ministro refere-se à garantia de que os recursos aportados pela SEP contemplem, além da manutenção, o processo de sinalização e balizamento para navegação noturna ao longo de todo o canal de acesso de Rio Grande até Porto Alegre. Na mesma reunião ficou pactuada, por reivindicação da Seinfra e da SPH, a integração do Porto de Estrela  ao sistema de delegação à SPH, passando a ser um porto com contrato de gestão compartilhado com a Secretaria especial de Portos. “Isso abra um leque de possibilidades muito grande de investimentos, de melhoria logística para o Porto de Estrela que passará a fazer parte do sistema portuário do Rio Grande do Sul com a SEP”, disse o deputado.

    Está prevista para o próximo mês uma visita do ministro Leônidas Cristino ao Rio Grande do Sul para conhecer todas essas estruturas que passaram a ser de sua competência. “Recentemente, com a nova lei dos portos, deixamos claro quem tem atribuições, comando e gestão. Agora é preciso celebrar contratos de gestão, estabelecer objetivos e metas e atingir resultados, que é o que importa”, concluiu o deputado.

    ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários