Casco da P-66 deixa o dique seco em janeiro

    O casco da plataforma P-66, um dos oito que compõem a série de cascos de FPSOs (sigla em inglês para plataforma flutuante que produz, processa, armazena e escoa petróleo) que a Ecovix-Engevix fará para a Petrobras no Estaleiro Rio Grande 1 (ERG1), deverá deixar o dique seco, onde está sendo construído, em janeiro do próximo ano, e ser entregue em fevereiro. Será o primeiro a ficar pronto. A informação foi dada nesta quarta-feira pelo sócio diretor executivo da Engevix e presidente da Ecovix, Gerson de Mello Almada, que foi palestrante na reunião-almoço “Tá em Pauta”, da Câmara de Comércio. 
    Em sua palestra, Almada falou para empresários, lideranças e autoridades participantes do evento sobre a “Evolução dos trabalhos da Ecovix e a cidade do Rio Grande”. Ele apresentou um histórico da empresa na cidade, com seus diferentes momentos e fases de crescimento, abrangendo o ERG1, ERG2 e ERG3, e abordando a situação do Município em cada período e atualmente. 
    Neste contexto, informou que o pórtico-guindaste com capacidade para 2000 toneladas, adquirido para substituir o que tem capacidade para 600 toneladas, acaba de ser aprovado em seu teste de carga. Também mostrou fotos do casco da P-66 em construção dentro do dique seco e anunciou que já tem blocos feitos para o casco da P-67. 
    Almada também falou que o ERG2 está pronto para o atendimento das necessidades (execução de painéis e blocos) dos FPSOs. Já para a construção dos três navios-sonda, que a empresa fará para a Petrobras, estará pronta somente em novembro de 2014. Mas os trabalhos para a execução das sondas já foram iniciados com a realização de projetos e outros serviços feitos em escritório. Essas três unidades deverão ser entregues em maio de 2016. 
    Para a construção do Estaleiro Rio Grande 3, a empresa já tem licenciamento ambiental e está começando a terraplanagem, segundo ele. Durante sua palestra, Almada frisou que o Polo Naval veio para ficar na cidade, que precisa adaptar sua cultura à essa atividade e criar uma nova era para Rio Grande.
    Fonte: Carmem Ziebell – Jornal Agora

    ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários