Novos “caminhos” para o Caminhos da Zona Sul

    Algumas vezes manifestei neste espaço a minha satisfação em observar o alcance que o blog vem tendo, principalmente através do feedback que recebo dos leitores. Costumo dizer que, como gosto muito de falar sobre economia, investimentos, etc. (as pessoas que convivem comigo sabem bem disso), fiz o Caminhos da Zona Sulcomo um lugar (virtual) para eu compartilhar as informações que obtinha e escrever o que estivesse pensando, mesmo que ninguém acessasse. Ainda que eu ficasse “falando” sozinho, valeria a pena. Também por isso, assim que lancei o site não comentei com mais de cinco pessoas sobre o surgimento dele. Qual não foi a minha surpresa ao ver os números de acesso, “curtidas” no Facebook, assinantes da newsletter e contatos recebidos crescerem rapidamente – mesmo sem divulgação?

    Tenho investido parte importante do meu tempo pensando em qual direção o blog deve seguir. Não tenho a intenção de lucrar com este espaço, tenho meus outros projetos que me dão sustentação financeira. No entanto acredito que há espaço para o blog crescer, existe um público alvo relevante a ser conquistado, que gosta e precisa saber as informações da economia da região Sul do Rio Grande do Sul.
    No post inicial escrito há cerca de um ano, escrevi que apoiaria o Caminhos sobre um tripé bem definido: notícias-observações-opinião. Também os assuntos que eu abordava no blog estavam, se não previamente definidos, cristalinos: grandes obras (duplicação das BR-116 e 392, por exemplo), grandes projetos (polo naval, energia eólica, construção de shopping centers) e acompanhamento das maiores empresas da região.
    Tenho buscado ampliar a área de atuação do que escrevo aqui. Com a seção “nova economia”, comecei a relatar o cenário das áreas de TI, viticultura, turismo histórico e agricultura (por causa da ampliação das áreas de soja na região). Além disso, estou dando ênfase as empresas da região, independente do tamanho, que estão criando coisas novas e/ou alcançaram relevância em outros mercados. Pretendo, nos próximos meses, visitar e traçar o perfil de cerca de 50 empresas da região que foram mapeadas por mim e se encaixam nesse perfil. Também quero formar um time de colunistas, envolvendo profissionais do mercado nas áreas de contabilidade, direito empresarial, logística e marketing para colaborarem com o blog.
    Acredito que as pessoas acessam este espaço por que encontram informações que não leem em outros espaços. Das 55 postagens do blog em Setembro, mais de 35 não estavam presentes em outros veículos de comunicação da região, como o novo Subway de Pelotas ou as informações sobre o novo hotel Viverone em Rio Grande. Quero ampliar a produção de conteúdo do blog. Além do perfil das empresas que citei no parágrafo anterior, pretendo mostrar o cenário das indústrias tradicionais da região, assim como quero acompanhar mais de perto a duplicação da BR-116/Contorno de Pelotas e o projeto do Oceantec (parque tecnológico de Rio Grande).
    Para colaborar com isso, venho estudando a possibilidade de contratar um estagiário de jornalismo. Costumo comentar que não tenho o perfil de jornalista, aliás, passei a valorizar ainda mais estes profissionais depois de criar este espaço. Acredito que até o final de Outubro tenhamos novidade neste sentido.
    Por fim, gostaria de saber a opinião dos leitores do blog sobre um assunto que considero sempre delicado. Ouvi, na última semana, que o blog é “positivista”. Já manifestei em outra ocasião aqui o quanto isso me incomoda, pois não é verdade. O espectro de assuntos a serem tratados aqui não inclui, por exemplo, saúde, segurança e educação, geralmente os três assuntos mais sensíveis da nossa sociedade. Ora, ao não relatar notícias dessas três áreas já se exclui a possibilidade de falar sobre grande parte dos problemas das nossas cidades. O que não quer dizer que não sejam trazidas aqui notícias ruins sobre a economia da região, vide a série que convencionei chamar de “inveja da Serra”. O que vocês acham? Quero “ouvi-los”.Atualizado em 11/10 – Para deixar claro: não vou mudar o foco do blog, mas vou ampliar (isso já vem ocorrendo há algum tempo) as áreas a serem tratadas aqui, DENTRO do assunto “economia”.

    Marcelo Karam Nogueira

    Blog Caminhos da Zona Sul

    ________________________________________________________
    Curta o Blog no Facebook
    Siga o Blog no Twitter
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)




    Comentários