Pelotas recebe o Digital Cities, evento focado em tecnologias para cidades e cidadãos

    Evento ocorre de 16 a 18 de outubro, das 14 às 21h, com formato inovador no Theatro Guarany. Contará com área de exposição nos camarotes para empresas e projetos, palestras e reuniões de trabalho.

    Com uma expectativa de crescimento populacional de 25% nos próximos cinco anos e econômico de até 12% ao ano até 2020 (Fonte: ITEPA/UCPEL), a Região Sul do Rio Grande do Sul reúne grande potencial devido às diferentes empresas que desenvolvem tecnologias, parques tecnológicos, universidades e novos empreendimentos. Com base nesse potencial nasce o Digital Cities – Tecnologia para Cidades e Cidadãos (www.digitalcities.com.br), o primeiro evento de Pelotas e Região que vai apresentar como a tecnologia pode contribuir para melhorar os serviços públicos, gerar oportunidades e promover a interação entre instituições de ensino e pesquisa, mercado e investidores.

    “O Digital Cities chegou porque é uma tendência debater a melhoria da eficiência dos serviços e isso passa pela inovação e tecnologia. Esta é uma discussão nacional, não apenas local”, afirma Fernando Estima, Coordenador do Evento. Segundo ele, falar de inovação e tecnologia em um espaço cultural e histórico como o Guarany, também será um desafio à criatividade, tão presente nos novos modelos de negócio digitais, por exemplo.

    Os camarotes do Theatro Guarany serão o espaço de exposição para 70 empresas e projetos. Simultaneamente, ocorrerão mais de 20 palestras, painéis, debates e reuniões de trabalho em palcos paralelos ao evento sobre como a tecnologia afeta as cidades e os cidadãos.

    Inscrições e horários – Para visitar e assistir as palestras o público poderá se inscrever no local no evento. A entrada será de R$ 20 para público em geral e R$ 10 para estudantes. O evento será das 14h às 21h, no Theatro Guarany (R. Lobo da Costa, 849), em Pelotas.

    O desenvolvimento de Pelotas e Zona Sul

    A Região Sul do RS é um novo eixo de desenvolvimento do estado com diversas iniciativas como o Polo Naval no Superporto, de Rio Grande, com seus quatro estaleiros; o projeto da indústria Celulose Riograndense, com mais de R$ 5 bilhões de reais em investimentos, além das economias tradicionais do agronegócio. A cidade de Pelotas é centro dos 23 municípios que compõem a Região Sul, com cerca de um milhão de habitantes, reúne grande potencial na área de Inovação e Tecnologia devido às seis instituições de ensino superior, reunindo mais de 40 mil estudantes, diferentes empresas que desenvolvem tecnologias, dois parques tecnológicos em instalação (Parque Tecnológico, em Pelotas e o Oceantec, em Rio Grande) e vários empreendimentos imobiliários (shoppings, hotéis e condomínios).

    A Zona Sul surge como região potencial na produção de petróleo e gás, já que a Petrobras começará está iniciando a prospecção de petróleo e gás natural na Bacia de Pelotas. O Polo Naval RS é parte fundamental para o plano de investimentos do Governo Federal na exploração da camada do pré-sal, passando à posição de primeiro lugar entre os estados com maior valor de contratos com a Petrobras no setor naval.
     ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários