Diretoria quer imprimir uma nova dinâmica à Câmara de Comércio

    A Câmara de Comércio do Rio Grande promoveu recentemente a última reunião de diretoria do ano, quando o presidente Renan Lopes falou no desejo de imprimir uma nova dinâmica à entidade para acompanhar o momento de desenvolvimento que o Município está vivendo. Ele relatou a recente viagem que fez à Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul, em novembro, quando também colheu dados interessantes a respeito do funcionamento daquela entidade, que possui 17 diretorias representando os vários segmentos da economia caxiense.
    Também chamou atenção do presidente o fato de o prédio da CIC abrigar nada menos que 24 entidades de classe autônomas, entre as quais 13 sindicatos patronais, e considera que isso também é importante para unir mais o setor empresarial. Os diretores apoiaram a proposta do presidente e foi formada uma comissão para realizar os estudos com vistas a imprimir uma nova dinâmica à Câmara de Comércio, formada por Luiz Carlos Carvalho, Torquato Ribeiro Pontes Neto, Jair Buffon, João Nelson Touguinha, Carlos Hilário e Antonio Carlos Bacchieri Duarte.
    Outra comissão foi formada para tratar da realização de um grande evento da Federasul em Rio Grande, no mês de maio. Ela está formada pelos diretores Paulo Somensi, Flávio Bastos, João Nelson Touguinha, Clóvis Klinger, Carlos Hilário e Fernando Fuscaldo. Ainda na reunião o diretor do Supermercados Guanabara, Luiz Carlos Carvalho, foi cumprimentado por ter recebido o prêmio Carrinho de Ouro Sustentabilidade da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas).
    Renan Lopes informou que o prefeito Alexandre Lindenmeyer foi convidado para ser o palestrante da primeira reunião-almoço “Tá em Pauta” de 2014 e que o governador Tarso Genro deverá ser o palestrante em abril.
    Melhorias no edifício
    O presidente Renan Lopes aproveitou a ocasião para apresentar à diretoria os melhoramentos que estão sendo feitos no edifício da Câmara de Comércio. As dependências da secretaria e da secretaria-executiva foram totalmente modernizadas, inclusive com a aquisição de mobiliário novo, enquanto no 5º andar foi feita a pintura do hall de entrada. “Estamos conseguindo manter o prédio muito bem conservado”, comemorou Lopes.
    Crescimento do Cassino
    No final da reunião o diretor da Rede Guanabara, Luiz Carlos Carvalho, falou sobre o empreendimento imobiliário que pretende realizar no Cassino, com a construção de duas torres com 14 andares e mais um centro comercial na rua Paulino Modernell. Conforme ele, o empreendimento dará um grande impulso ao desenvolvimento do balneário, porque além de gerar empregos exigirá investimentos em infraestrutura no seu entorno, como obras de pavimentação e saneamento.
    A obra, assim como mais duas a serem construídas no chamado “polo 2” naquela região do balneário (próximo à avenida Beira-Mar e à estátua de Iemanjá), tem sido alvo de polêmica, tanto por parte da população como por entidades ambientais, em função de mudanças, em 2011, na legislação do Plano Diretor, que liberou construções sem limite de altura naquela área do Cassino.

     

    Fonte: Jornal Agora________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários