Nova ponte do Guaíba: Dilma garante início imediato da construção

    Na segunda-feira, o consórcio Queiroz Galvão e EGT engenharia, vencedor da licitação para a construção da segunda ponte do Guaíba, assinarão o contrato que dá início às obras. Nesta quinta-feira, a presidente Dilma Rousseff anunciou, ao vivo, em pronunciamento veiculado apenas em emissoras de rádios gaúchas, que as obras “vão começar imediatamente”. Depois, reiterou, pelo Twitter, que as 800 famílias que precisam ser deslocadas serão alojadas em “vilas temporárias”.

    “A ponte vai melhorar, como todos nós sabemos, o tráfego da Região Metropolitana e facilita a vida de todos os gaúchos. Menos tempo no trânsito significa mais qualidade de vida, mais tempo para o trabalho, para o estudo, para o lazer e para a família”,  declarou.

    Dilma afirmou ainda que “as empresas que ganharam a licitação vão começar o cadastramento de realocação das famílias, com vilas temporárias, enquanto as casas permanentes são construídas”. Como o contrato ainda não foi assinado, não foi divulgado como funcionarão os abrigos provisórios.

    Segundo a presidente, a obra não deve atrasar, porque a empresa vencedora da licitação foi a mesma empresa que construiu a BR-448 – inaugurada no final do ano passado, depois de um atraso de mais de um ano no cronograma inicial.

    Cerca de 50 mil veículos vão utilizar a ponte diariamente. A construção terá 7,3km de extensão e quase 30 metros de largura. A travessia foi orçada em R$ 649,6 milhões, e o prazo para inauguração é de três anos. A estrutura deve ficar pronta em 2017.

    A atual ponte sobre o Guaíba, única ligação da Região Metropolitana de Porto Alegre com a zona Sul e o porto de Rio Grande, foi inaugurada em 1959 e tem um vão móvel que precisa ser içado para a passagem de navios de grande porte, o que bloqueia o trânsito de veículos e caminhões.
    ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários