Embarque de soja via contêiner em Rio Grande é oportunidade para escoar produção

    A supersafra gaúcha de grãos segue alimentando a estratégia de embarques por contêineres. No ano passado, o Tecon Rio Grande apostou na iniciativa como alternativa para a exportação de soja. Foram embarcadas 165 unidades com 24 toneladas do grão em cada uma.Neste ano, chegar à marca de mil contêineres será um bom resultado, afirma Rodrigo Dall Orsolletta, diretor comercial do Tecon. Para isso, o executivo reconhece que ainda é preciso trabalhar dois pontos. O primeiro é convencer as tradings. O segundo, melhorar a logística.
    Uma parceria fechada com a Gomes e Marques Comércio de Cereais e Exportação promete resolver essa questão. A empresa fará o recebimento, a armazenagem, a estufagem e o transporte do grão até o terminal do Tecon. Um equipamento recém-adquirido (foto) é utilizado para carregar o contêiner.
    Acesso a mercados que buscam menores volumes do grão e economia – estimada em US$ 150 por unidade – são os benefícios associados a esse tipo de embarque.

    “Produtos agrícolas são um de nossos focos. Em especial a soja, que tem as melhores oportunidades”, afirma Dall Orsoletta.

    Fonte: Gisele Loeblein – Campo Aberto – Jornal Zero Hora




    Comentários