Funcionários não puderam trabalhar no shopping durante feriado

    O Desembargador Federal do Trabalho Alexandre Corrêa da Cruz concedeu um mandado de segurança solicitado pelo Sindicato dos Comerciários que impugna a decisão da Juíza do Trabalho Rachel de Souza Carneiro que revogava a decisão de proibição da abertura das lojas do shopping com funcionários no feriado. 

    A decisão foi tomada em Porto Alegre, no Tribunal Regional do Trabalho, em uma esfera superior à 2ª Vara do Trabalho de Rio Grande. Com isso, a cidade se mantém no impasse entre o Sindicato dos Comerciários e o Sindilojas, onde, sem acordo, não haverá possibilidade para que as pessoas possam trabalhar nos dias de maior movimento do shopping da cidade, os feriados. Aos domingos, o shopping funcionará normalmente.

    A administração do shopping lamenta profundamente que as pessoas não possam trabalhar e, com isso, deixar de ganhar suas comissões e desenvolver seus negócios. As lojas que dependem dos funcionários para abrir ficaram de portas fechadas durante o feriado, os restaurantes, a praça de alimentação, o supermercado, a farmácia e as lojas que os proprietários abriram funcionaram normalmente.

    “Ficamos esperançosos na sexta-feira, achamos que a situação tinha sido refletida com coerência, porém, permanecemos num limbo, aguardando um acordo entre os sindicatos. Enquanto isso, estagnamos o desenvolvimento comercial da cidade, mais uma vez”. – lastima Francisco Ferraz, diretor de shoppings da 5R Shopping Centers.




    Comentários