Rio Grande: Estado assina contrato para projeto de ponte sobre o canal São Simão

    O Governo do Estado firmou no início de setembro um contrato para elaboração de estudos ambientais e projeto de infraestrutura para a construção da ponte sobre o canal São Simão e acesso secundário ao Distrito Industrial do Rio Grande (Dirg). O documento foi assinado pelo secretário de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (SDPI), Mauro Knijnik, e pelos representantes da empresa Incorp Consultoria e Assessoria, Manoel Pedro Duarte Dorneles e José Carlos Teixeira Tedesco.

    A ponte fará a ligação da via 7, que já é asfaltada e se localiza no Dirg (Distrito Industrial de Rio Grande), à ERS-734, permitindo o acesso ao Porto do Rio Grande. Pelo contrato, a Incorp terá 210 dias para elaboração do projeto. O investimento do Estado no projeto é de R$ 798.781,02.

    ponte

    Imagem: Reprodução, Google Earth.

    “(Quando executada,) A obra vai colaborar para melhorar a logística local”, destaca Knijnik, lembrando que a reivindicação é histórica, já que os decretos de criação do Dirg são de 1973. O distrito conta com uma área de 2.480 hectares, onde atualmente operam 135 empresas, que geram mais de 10 mil empregos. Além da SDPI e AGDI, representantes do Rio Grande participaram do ato, na SDPI.  

    O projeto faz parte do Programa Estadual de Desenvolvimento Industrial/Proedi, que tem entre os objetivos viabilizar a disponibilização de áreas com infraestrutura para a instalação de empresas industriais, de logística ou de serviços correlatos à atividade industrial, de acordo com as prioridades setoriais estabelecidas na Política Industrial do Estado.  

    O Proedi é financiado com recursos do Programa de Apoio à Retomada do Desenvolvimento Econômico e Social do Rio Grande do Sul com financiamento do BNDES (Prorede BNDES) e do Tesouro do Estado. O Programa prevê a ampliação de distritos industriais estaduais já existentes, ou seja, Montenegro/Triunfo e Rio Grande e da Zona Mista Industrial de Guaíba, e a implantação de dois novos distritos industriais estaduais nos municípios de Pelotas e Cachoeira do Sul.

    Inclui, também, a realização de estudos para verificação das potencialidades e do impacto ambiental de instalação de terminais portuários junto ao Distrito Industrial de Pelotas e ao Distrito Industrial de Montenegro/Triunfo.




    Comentários