Fepam emite licença de instalação para obra da segunda ponte do Guaíba

    A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) emitiu na última semana a Licença de Instalação para a construção da segunda ponte sobre o Guaíba. De posse do documento, a expectativa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) é de que os trabalhos iniciem na próxima semana com a montagem do canteiro industrial para a fabricação das peças pré-moldadas da ponte (vigas e estacas).

    Com relação à realocação das famílias impactadas pelo empreendimento, a autarquia está trabalhando no cadastramento da comunidade para realizar o reassentamento em conformidade com as orientações do órgão ambiental.

    A construção da nova estrutura tem investimento de R$ 649, 6 milhões e deve ser concluída até outubro de 2017. O empreendimento terá uma extensão de 2,9 quilômetros, com um total de 7,3 quilômetros em obras de artes especiais (alargamento da ponte Saco da Alemoa, elevada, e viadutos). Com 28 metros de largura nos vãos principais, a pista contará com duas faixas de rolamento com acostamento e refúgio central.

    O empreendimento ainda prevê melhorias no sistema viário existente em Porto Alegre. Entre elas, adaptações do acesso à avenida Dona Teodora e dos acessos à BR-116/290 junto à Ponte do Saco da Alemoa, além de melhoramentos na avenida João Moreira Maciel. O DNIT calcula que cerca de 50 mil veículos devam passar diariamente pela segunda ponte.




    Comentários