Forship vai integrar o Parque Tecnológico Oceantec

    O Grupo Forship reforça sua estratégia de expansão com a assinatura de um protocolo de intenções com a Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e adesão ao Polo Naval e Offshore de Rio Grande e Entorno (APL), no Rio Grande do Sul.

    O protocolo de intenções amplia a parceria com a FURG e marca o ingresso do Grupo Forship no Parque Científico e Tecnológico do Mar (Oceantec), em instalação no campus universitário gaúcho, previsto para ser concluído em 2015. A dupla parceria visa o desenvolvimento de pesquisas e inovação em tecnologias, na área da engenharia e gestão de comissionamento.

    O documento foi firmado no dia 20 de outubro, em evento realizado na Câmara de Comércio de Rio Grande (RS), no qual o Grupo Forship, atendendo ao convite da indústria gaúcha, formalizou seu ingresso no APL.

    “O Rio Grande concentra, atualmente, uma das maiores carteiras de projetos na área naval e offshore do Brasil. As empresas que atuam na região tem o apoio da FURG na busca da melhoria de seus processos e, consequentemente, da produtividade de toda a cadeia. Entendemos que esse é o ambiente ideal para inovar e desenvolver novos produtos”, destaca o CEO e presidente do Grupo Forship, Fábio Fares.

    Inicialmente, a Forship vai ocupar um espaço no prédio da reitoria da Furg, para dar a partida em pesquisa e desenvolvimento de softwares de gestão integrada de comissionamento para a indústria naval e offshore, nos padrões do HMSWeb, tecnologia da informação desenvolvida pelo grupo e que deu origem à empresa de mesmo nome. A Forship também terá a oportunidade de instalar uma base fixa na Oceantec, após sua inauguração.

    Com o sucesso da parceria, poderá ser criado, ainda, um Programa de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico. “Essa parceria trará benefícios significativos para o grupo em termos competitivos e para a universidade em termos de qualificação de recursos humanos e desenvolvimento de projetos”, afirmou o Vice-Reitor da FURG, Danilo Giroldo. “A região do APL também passará a sediar atividades específicas de desenvolvimento tecnológico, contribuindo para a diversificação da nossa atual matriz produtiva”, complementou.

    “Esperamos implantar um polo de desenvolvimento de software e inovação no Oceantec voltado para a evolução do HMSWeb e também novos produtos com foco no mercado naval e offshore. Inovações que visam atender não apenas a indústria da região, mas que tenham aplicação global”, complementa o Diretor Executivo da HMSWeb Tecnologia da Informação, Luciano Gaete.

    Adensamento da Indústria Naval Gaúcha

    O Polo Naval e Offshore de Rio Grande e Entorno surgiu em 2013, a partir de um projeto do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (PROMINP): “Propostas de Política para Mobilização e Desenvolvimento de APLs para o Setor de Petróleo, Gás e Naval”, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e em consonância com o Plano Brasil Maior.

    A partir de então, sob a coordenação da FURG, iniciou-se a mobilização de atores locais e regionais para a constituição da iniciativa, que foi reconhecida pela Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI), no âmbito do Projeto de Fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais do estado.  Atualmente, ele é um dos principais atores na retomada da indústria naval brasileira e está estruturado em torno dos três grandes estaleiros gaúchos: EBR, Ecovix e QGI.

    “A expectativa é de que a Forship se integre ainda mais à indústria gaúcha, trazendo e desenvolvendo conhecimento, cooperando com as Universidades e Centros Tecnológicos e, principalmente, contribuindo de forma decisiva para a competitividade do setor. Nesse contexto, a vinda da Forship é um marco fundamental nesta fase inicial do APL”, afirma o Coordenador do Comitê de O&G da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Marcus Coester.

    Fonte: TNPetróleo




    Comentários