Porto de Rio Grande faz ajustes para escoamento da safra

    Foi realizada, na última semana, a primeira reunião de trabalho do Plano de Ação Safra de Soja 2015, com objetivo de garantir a segurança e a agilidade do escoamento pelo porto do Rio Grande, minimizando os impactos da movimentação nas estradas e no interior da cidade.O movimento mais intenso é esperado entre os meses de abril e agosto, quando cerca de 80% da carga chegará ao local, principalmente pelo modal rodoviário.

    A projeção é de que a safra gaúcha de soja seja de mais de 14 milhões de toneladas.Na ocasião, foram propostos pequenos ajustes para evitar entraves durante o transporte das cargas. Entre as melhorias analisadas, está o aperfeiçoamento das sinalizações da RS-471 e da RS-392, principais rodovias de acesso ao local, além da ampliação em trinta minutos do horário de pico desta última. Com isso, os terminais se comprometeriam em reduzir a chamada de caminhões até às 19h30.

    A contratação da dragagem de manutenção, uma das principais reivindicações da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) em relação à estrutura do Porto, está em andamento. O consórcio vencedor da licitação, que engloba as empresas Jan de Nul e Dragabras, deve apresentar os projetos básico e executivo antes do início das obras. 

    Fonte: Assessoria




    Comentários