Zero Hora: continuidade das obras do EBR estão garantidas

    Ao menos uma das empresas implicadas na Operação Lava-Jato com atividades no Estado saiu da lista negra da Petrobras. Na sexta-feira, a estatal comunicou ter aceito pedido do Ministério Público, que firmou acordo de leniência com o Grupo Setal, para desbloquear acesso da empresa às licitações. A empresa afirmou em nota que “as obras do EBR estão avançando e devem ser entregues dentro do prazo.”

    Para o coordenador do Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore da Fiergs, Marcus Coester, a decisão é importante para o Estado, e garante que o Estaleiro Brasil (EBR), de São José do Norte (foto), possa participar de novas concorrências.

     – Tudo atrasou, mas ainda podemos recuperar um ciclo crescente l – diz Coester.

    Empresários gaúchos que falaram com o novo diretor de Engenharia da Petrobras, Roberto Moro, relatam que a estatal tenta normalizar concorrências. O destino das encomendas da Iesa, que seriam produzidas em Charqueadas, deve ser definido nesta semana. Há baixa expectativa de que as instalações do polo do Jacuí possam ser reaproveitadas até porque só empresas internacionais participam da licitação e querem distância – até geográfica – do escândalo.

    Fonte: Zero Hora




    Comentários