PELOTAS SEDIARÁ EVENTO DO SEBRAE SOBRE FEIRA DE ALIMENTAÇÃO NOS EUA

    sebrae-1MISSÃO DE EMPRESÁRIOS GAÚCHOS A UM DOS MAIORES EVENTOS MUNDIAIS DE ALIMENTAÇÃO REVELAÇÃO REVELA NOVOS DESAFIOS PARA O SETOR DE RESTAURANTES

    Um grupo de dez empresários do segmento de alimentação, oito de Porto Alegre e dois de Santa Maria, está retornando à capital gaúcha com uma bagagem repleta de ideias e desafios. Eles participaram de uma missão à NRA 2015, em Chicago, coordenada pelo SEBRAE/RS. De 14 a 21 de maio, eles visitaram o principal evento do setor no mundo e também puderam conhecer exemplos bem-sucedidos de restaurantes e operações de alimentação nos Estados Unidos.

    Não serão somente os dez participantes da missão que trarão benefícios para os seus empreendimentos. “As novidades vistas na NRA Chicago 2015 serão transformadas em um ciclo de palestras gratuitas que vai percorrer algumas regiões do Estado para levar as tendências e desdobramentos da feira às micro e pequenas empresas”, antecipa Klafke, do SEBRAE/RS. O tema será apresentado pelo consultor de Food Service e Indústria de Alimentação, Sérgio Molinari, em seminários regionais no mês de julho, nas cidades de Pelotas, Novo Hamburgo, Caxias do Sul e Porto Alegre.

    Esta foi a segunda missão organizada pelo SEBRAE/RS para a NRA Chicago. O coordenador do Programa Polo Gastronômico do SEBRAE/RS, Roger Klafke, conta que a missão técnica internacional faz parte de uma programação completa de atividades que vai levar à implementação de melhorias nas empresas. “Além da feira, participamos de palestras e visitas técnicas para trazer um pouco da realidade e ver tendências de outras operações e restaurantes”, relata. Para Klafke, o mercado norte-americano está muito à frente do Brasil. “O segmento de alimentação fora do lar daqui reflete um mercado que existia nos anos 70 nos Estados Unidos. Lá, o negócio de restaurantes é muito maior e mais desenvolvido, em outro nível de maturidade, mas precisamos de um referencial desse nível para continuar evoluindo”, avalia.

    As dez empresas representadas na missão voltam com o desafio de implementar inovações a partir da viagem. Em junho, haverá uma reunião em que cada empreendedor vai definir a melhoria a ser implantada em seu negócio e, em novembro, todos os participantes relatarão as mudanças que foram adotadas a partir da visita à feira.

    Uma das percepções que uniu os integrantes da missão é a revolução do autoatendimento, que leva tecnologia, reduz custos e agiliza os atendimentos nos restaurantes. Shana Poletto, da Usina do Pastel, de Porto Alegre, planeja implementar o sistema em sua loja. “São painéis de autoatendimento em que o cliente seleciona o que deseja no cardápio, faz seu pedido e paga diretamente, sem a necessidade de solicitar ao garçom ou passar pelo caixa”, explica. A empresa também pretende adotar um sistema de pagamento antecipado, em que a pessoa faz o pedido diretamente do celular ou do computador, paga e depois só chega no restaurante para comer ou levar sua encomenda.

    A novidade também chamou a atenção de Antonio Harb, proprietário da Maomé. A confeitaria tradicional de Porto Alegre com 38 anos de história não quer perder o timing da inovação. Logo depois de voltar da feira, Harb já se reuniu com um representante de uma marca italiana para trazer novidades vistas em Chicago para sua loja. Além disso, o empresário também pensa em implantar um sistema de autoatendimento para que as pessoas possam escolher seus produtos e fazer o pagamento diretamente. “Precisamos nos planejar para pensar globalmente e agir localmente, por isso procuro parceiros que possam nos atender aqui, com as novidades vistas por lá”, revela.

    Serviço:

    Assessoria de Imprensa do SEBRAE/RS: (51) 3216.5182/ 5165
    Central de Relacionamento SEBRAE/RS: 0800 570 0800
    Twitter: @sebraers
    Facebook: Sebrae RS (Oficial)

    www.sebrae-rs.com.br




    Comentários