CELULOSE RIOGRANDENSE IMPLANTA MAIOR AGILIDADE NO TRANSPORTE DE CARGAS EM GUAÍBA

    guaiba

    Duas importantes iniciativas adotadas pela Celulose Riograndense vão dar maior agilidade ao transporte de cargas da empresa.

    A primeira delas é a construção de um acesso privado, que fará a ligação direta da BR 116 com o site da empresa, desonerando as vias públicas do trânsito pesado de caminhões carregados de insumos com destino à fábrica. Atualmente, este transporte é feito através das BR’s 116 e 290, passando pela Av. Castelo Branco. Com as obras que estão sendo feitas, o tráfego de caminhões será transferido para o acesso privado, implantado sobre áreas de propriedade da empresa. Os 4,3 quilômetros da nova rota já foram terraplanados e, agora, estão sendo preparados para receber a primeira camada de asfalto. O viaduto que transpõe a coletora sul está praticamente concluído e a previsão é que a nova via esteja pronta para trafegabilidade no final de agosto.

    A outra iniciativa é a ampliação da área de armazenagem do Terminal Portuário de Guaíba. O antigo armazém de celulose, com capacidade para 12 mil toneladas, foi totalmente demolido para dar lugar a uma nova estrutura, com capacidade para 45 mil toneladas. Acoplado a este armazém, está sendo construído um terminal coberto que permitirá o carregamento de celulose a qualquer tempo. Com as novas instalações, o sistema de logística de transporte será mais ágil e econômico e causará menos impactos para a comunidade.




    Comentários