SARTORI E BRANCO TRABALHAM NA ATRAÇÃO DE INVESTIMENTO JAPONÊS AO RS

    sartori japoneses

    O governador José Ivo Sartori reuniu-se com empresários de 136 organizações japonesas na última sexta-feira (14), no Hotel Tivoli, em São Paulo. No encontro, promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Japonesa no Brasil, Sartori apresentou dados e potencialidades do Estado, a fim de atrair novos negócios. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, acompanhou o governador, que foi recepcionado pelo presidente da entidade, Toshifumi Murata.

    A posição estratégica na América Latina, a qualidade das instituições de ensino superior e a indústria diversificada foram pontos salientados por Sartori durante sua palestra, que teve duração de 30 minutos. Antes, em reunião com o diretor do Banco Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil, Hirokazu Hatanaka, tratou-se da assinatura de um termo de cooperação entre o Estado e a maior instituição financeira do Japão, para fomentar o investimento japonês no Rio Grande do Sul. Também esteve presente no encontro o cônsul do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae. “Esse protocolo deve ser assinado no dia 31 de agosto. No dia 1º de setembro devemos receber os empresários japoneses para uma reunião no Palácio Piratini, a nosso convite”, informou Sartori.

    “O governo está aberto para conversar, valorizando as parcerias e reconhecendo as necessidades do mercado competitivo. O Estado está comprometido em agilizar os trâmites e ser parceiro de iniciativas promissoras e bilaterais”, disse Sartori à comunidade japonesa. O governador abordou ainda as dificuldades financeiras do Rio Grande do Sul e salientou o que vem dando certo, a exemplo da instalação do cluster de tecnologia em saúde, semelhante ao Medical Valley, da Alemanha.

    De acordo com Fábio Branco, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia vai auxiliar na articulação dessas agendas. “Nos dias 31 de agosto e 1º de setembro ocorre a reunião conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão, na sede da Fiergs, em Porto Alegre. É uma oportunidade de estreitar relações com o empresariado japonês e prospectar novos investimentos”, destacou Branco. Em abril, um grupo de representantes de empresas japonesas esteve no Palácio Piratini tratando da possibilidade de investimentos em áreas como setor naval, produção de óleo e gás e no setor de carboquímica. A intenção do governo é que as relações econômicas avancem nos próximos anos.

    “O Japão é um país estratégico e importante, que tem investimentos previstos para o Brasil e essas oportunidades fazem com que o RS fique em evidência – seja nosso capital humano, universidades ou posição geográfica”, ressaltou Branco, destacando a determinação do governador para a secretaria trabalhar na atração de investimentos dos mais diversos segmentos. “Teremos um evento nacional e queremos que o Rio Grande do Sul possa ficar na porta dos investimentos do Japão no Brasil”, completou o secretário.




    Comentários