16ª FESTA DO MAR ENCERROU NESTA SEGUNDA-FEIRA E VENDEU MAIS DE 13 MIL ANCHOVAS EM SETE DIAS

     ANCHOVAS

    O número de venda de anchova acima das expectativas comprova o sucesso da 16ª Festa do Mar, encerrada nesta segunda-feira, 12 de outubro, em Rio Grande. A expectativa inicial de vendas era de 5 mil anchovas, mas o número foi muito além passou de 13 mil, superando ainda a edição passada, que vendeu 12 mil peixes, com quatro dias a mais de duração. Com capacidade para mais de mil pessoas, o pavilhão da anchova foi o sucesso da 16ª edição, conduzido pela Associação de  Pescadores da Vila São Miguel.
    O novo modelo da festa foi aprovado pelos visitantes e, mesmo com a chuva que insistiu em cair na cidade nos últimos dias, o público conferiu dezenas de atrações culturais, artísticas e  gastronômicas, além de shows regionais e nacionais nos sete dias de festa.  “Mesmo com a chuva conseguimos fazer com que a anchova, tão importante para a economia pesqueira da nossa cidade, ganhasse força novamente”, declarou o presidente da festa, Luciano Gonçalves. Com o passe livre no transporte público nesta segunda (12), o Centro Histórico se tornou o ponto de encontro dos rio-grandinos.
    Balanço positivo
    Segundo Luciano, resgatar a autoestima do rio-grandino foi um dos objetivos da festa. “Fizemos isso movimentando a cultura, o esporte e a gastronomia local, apostamos também no lúdico, encantando a sociedade com um show de luzes, imagens e a beleza da orla”, frisou Gonçalves, ressaltando também que toda a revitalização do Centro Histórico ficará como legado para o município. Desde o início da festa a população participou ativamente. Na fan page do evento o número de fãs passou de 10 mil e as interações foram constantes. “Essa festa superou a expectativa comercial e também de interação de público”, afirmou o presidente.

    O número de anchovas vendidas e a aceitação do público ao novo modelo, na visão do presidente, resultam em um balanço positivo. “Foi um sucesso sem precedentes. É uma festa pensada para o povo e nós agradecemos a todos que acreditaram na nossa ideia e estiveram conosco”, comemora Luciano Gonçalves.

    Gratuidade elogiada pela população e visitantes

    A gratuidade do evento e a utilização do espaço público foram elogiados pelos visitantes. A servidora pública Elisângela Ferreira, 40 anos, destacou a tranquilidade que o evento proporcionou. “Achei ótimo poder estar na praça e não me preocupar se pode acontecer algo, ficou muito bonita a revitalização também”, afirmou. Para Fernanda Molarte, 35 anos, a proposta de incluir todo o Centro Histórico foi acertada. “Dá para ver que todos os espaços estão todos cheios, não se fica mais em um lugar fechado era como antes, podemos aproveitar a praça”, disse ela.

    Durante a tarde desta segunda, 12, a Quitanda Cultural abriu espaço para os artesãos e artistas locais e levando vida para o centro da praça Xavier Ferreira. Os esportes náuticos ganharam destaque com apresentação de Flyboard, Stand Up Paddle e Kitesurf. O flash mob organizado no meio da praça pela Cia de Dança Freedom e rodas de capoeira mobilizaram o público em apresentações espontâneas que reforçaram o clima de harmonia.

    A Romaria de Nª. Srª. De Fátima também fez parte da programação da festa. A chegada da imagem da Santa, no Cais do Porto Velho, emocionou fiéis e visitantes. No Palco Corsan o Coral Municipal encerrou a festividade religiosa e deu lugar a apresentações de músicos locais, assim como o Palco Deck da Lagoa e o Palco Comércio.
    Realização

    A organização da 16ª Festa do Mar esteve sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal de Rio Grande, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e patrocínio da QGI Brasil, Corsan, Embrasmaqui, Bripav e Caixa e supermecados Guanabara. O tema da festa foi Memórias” e o slogan “Nossa maior tradição é o amor ao Rio Grande.




    Comentários