CAMAQUÃ RECEBE O SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL

     sebrae 33

    Evento especial, no dia 5 de novembro, terá apresentação do Diagnóstico Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) Centro Sul, trabalho que reúne informações estratégicas sobre perfil dos municípios e potencialidades para crescer

    Camaquã – Os municípios que compõem a região Centro Sul do Rio Grande do Sul vão ganhar uma ferramenta analítica que pode ser um diferencial no planejamento para o futuro. Trata-se do Diagnóstico Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) Centro Sul, elaborado por uma equipe de trabalho especializada do SEBRAE/RS. Para isso, haverá um evento especial, gratuito, o Seminário de Desenvolvimento Regional, uma realização conjunta da Associação dos Municípios da Costa Doce, Corede Centro-Sul, SEBRAE/RS, prefeitura de Camaquã, Sindicato Rural, Sindilojas e ACIC do Município. A agenda será no dia 5 de novembro, a partir das 13h30, no Sindicato Rural de Camaquã (Rua Doutor João Ferreira, 850). É preciso fazer inscrições por meio do telefone (51) 3671-3967.

    A entrega do Diagnóstico DET aos representantes dos municípios, prefeitos ou secretários de desenvolvimento, será feita pelo diretor-superintendente do SEBRAE/RS, Derly Fialho. Ele participará do painel sobre Desenvolvimento e Liderança, ao lado da prefeita de Cristal e presidente da Associação dos Municípios da Costa Doce, Fábia Richter, e do vice-presidente do Corede Centro Sul, Álvaro Werlang. Antes, às 12h, Fialho realiza palestra durante reunião almoço da Associação Comercial e Industrial de Camaquã (ACIC). O tema é desenvolvimento e Empreendedorismo.

    Segundo o gestor de projetos na gerência da Regional Sul do SEBRAE/RS, Fabrício Burkert, o viés econômico pelo qual foi elaborado o trabalho a ser apresentado justifica que o documento seja considerado como estratégico nas gestões municipais da abrangência do estudo. “Analiticamente, o Diagnóstico DET é uma fonte de informação muito valiosa. Identifica potencialidades e demonstra aos empreendedores locais, por exemplo, onde buscar oportunidades para investimentos”, resume Burkert.

    O território chamado de Centro Sul é constituído pelos seguintes municípios: Amaral Ferrador, Arambaré, Barra do Ribeiro, Camaquã, Cerro Grande do Sul, Chuvisca, Cristal, Dom Feliciano, Mariana Pimentel, Sentinela do Sul, Sertão Santana e Tapes.

    Pelo levantamento dos responsáveis pelo Diagnóstico, fica demonstrado no conteúdo que esta é uma região que apresenta um promissor ambiente empresarial. A partir disso, podem ser desenvolvidas ações de Desenvolvimento Econômico (DET), com as quais os pequenos negócios passarão a ter acesso facilitado e melhoria, como qualificação de gestão, acesso a mercado, orientações técnicas empresariais, capacitações, consultorias e assessorias. Pelo Censo do IBGE de 2014, esta região possui, aproximadamente, 161.423 habitantes, que representa 1,5% da população total do Rio Grande do Sul.

    Entre os indicadores avaliados no trabalho (mostrados os dados por município e por região), estão, por exemplo, um conjunto de valores sobre o Valor Adicionado Fiscal e a Importância das Micro e Pequenas Empresas. Nesse segundo item, há o levantamento do número de empregos gerados total e a contribuição das MPEs, da representatividade da massa salarial das MPEs sobre a massa salarial total das empresas, a situação da implementação da Lei Geral e do potencial de uso do poder de compras pelas MPEs, o número de Microempreendedores Individuais e a quantidade de pessoas beneficiadas pelo programa Bolsa Família.

    CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO SEMINÁRIO

    Data: 5 de novembro de 2015

    Local: Sindicato Rural de Camaquã – Rua Doutor João Ferreira, 850

    Confirmações pelo fone (51) 3671-3967, com Cristina.

    13h30 – Abertura

    14h – Apresentação do Diagnóstico DET Centro Sul, com o consultor do SEBRAE José Nahas

    14h30 – Painel Desenvolvimento e Liderança

             Derly Fialho, diretor-superintendente do SEBRAE/RS

             Fábia Richter, prefeita de Cristal e presidente da Associação dos Municípios da Costa Doce

             Álvaro Werlang, vice-presidente Corede Centro Sul

    O mediador do Seminário será Érbio Assis Webster Andretto, chefe da divisão da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Departamento de Apoio à Microempresa e Empresa de Pequeno Porte/DAMEPP.

    15h45 – Coffee Break

    16h – Palestra A Importância do Desenvolvimento Territorial no Contexto de Crise, com Tânia Zapata, especialista em Desenvolvimento Regional (Recife/PE)

    18h – Encerramento




    Comentários