FABRICANTE DE CONGELADOS DE PELOTAS AUMENTA VENDAS E PLANEJA TRIPLICAR ESTRUTURA APESAR DA CRISE

    BAH QUE MASSA

    Bah que Massa colhe benefícios de acompanhamento gratuito realizado por programa do SEBRAE/RS e CNPQ

    Pelotas – É tempo de crescer no mercado. Isso mesmo. A Bah que Massa, fabricante de salgados folhados, de Pelotas, prepara-se para dar um importante salto em sua estrutura este ano. Para atender a demanda e a perspectiva de aumento de vendas, a empresa planeja a inauguração de uma nova sede, que vai passar dos atuais 70 m2 para 220 m2. Com a ampliação, também devem ser contratados novos colaboradores e a produtividade deve aumentar.

     A boa nova é fruto do trabalho realizado em conjunto com o Programa ALI – Agentes Locais da Inovação, realizado pelo SEBRAE/RS, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).  Fabricante de produtos congelados com base em massa folhada, como pasteis, empadas, cachorro-quente folhado, pão de queijo e salgadinhos, o empreendimento já era reconhecido pela qualidade de seus produtos, antes da adesão ao programa. O proprietário João Carlos Gonçalves preza por utilizar matérias-primas importadas, como farinha de trigo, para assegurar a excelência da produção.  “A oferta de um alimento com qualidade é mais importante do que um preço baixo”, afirma. No entanto, a empresa carecia de padronização, maior conhecimento dos custos e dedicação aos processos administrativos, questões que ocasionavam um controle financeiro ineficaz.

    A situação começou a mudar com a adesão ao Programa ALI, em 2014. “A partir de uma orientação proativa, especializada e gratuita, o agente diagnostica a empresa e elabora planos de trabalho para promover a prática continuada de ações de inovação”, explica Michele Seleri, gestora do Programa ALI no SEBRAE/RS. A agente Katherine Manetti destaca a evolução do negócio: “O programa ALI auxiliou o empresário a organizar melhor seus processos. Foram sugeridas ações para melhorias internas e externas. E com o tempo, as mudanças foram ocorrendo e o resultado apareceu”. Hoje é possível saber quanto custa cada item e os produtos foram padronizados. Com melhor planejamento, foi possível preparar novas estratégias, como a venda por tele-entrega. O resultado foi um aumento de 20% no faturamento mensal e de 90% na loja da fábrica.

    Nova sede

    A evolução deve continuar com um novo espaço para a empresa. A outra sede está sendo planejada com projeto arquitetônico a partir da consultoria SebraeTec Design, um instrumento do SEBRAE que permite aos negócios de todos os setores econômicos acesso subsidiado a serviços em inovação e tecnologia. Com a ampliação será necessário contratar colaboradores para aumentar a produção e ainda se espera garantir um aumento de produtividade. O terreno já foi adquirido. “O Programa ALI nos trouxe conhecimento e planejamento para podermos desenvolver atividades com competência, clareza para atingirmos os nossos objetivos”, define o empresário João Carlos.

    Enquanto a nova sede não vem, a Bah que Massas continua se aperfeiçoando para atrair mais clientes e fidelizar os atuais. “Promovemos a degustação de lançamentos de produtos em lojas vizinhas à empresa, assim conquistamos novos fregueses entre clientes que não nos conheciam”, conta. Eles também planejam implantar um programa de fidelidade, realizar pesquisas de satisfação, otimizar a exposição dos produtos na loja e criar embalagem para consumo em pontos de venda, como postos de gasolina, além de formatos diferenciados para alavancar as vendas em datas comemorativas. Atentos à crise e à necessidade de economia, a empresa também vai contratar a consultoria SebraeTec Eficiência Energética para identificar possíveis reduções de custos com energia elétrica e continuar garantindo bons resultados.




    Comentários