LEITE EM PÓ DANBY VAI PARA A MESA DOS VENEZUELANOS

    LEITE EM PO DAMBY

    O embarque de 300 toneladas marca  o inicio de um processo de fornecimento continuo de Leite em pó.

    Passados oito meses da obtenção da habilitação para a exportação de seus produtos, a Cooperativa Sul-Rio-Grandense de Laticínios (Cosulati) inicia o ano com o primeiro embarque internacional. A diretoria anunciou ontem (8) o embarque de 300 toneladas  de leite em pó para a Venezuela.

    A negociação é fruto de uma série de tratativas envolvendo órgãos governamentais e  de missões empresariais nacionais. A remessa comercializada é de leite em pó integral e chegará ao mercado da Venezuela em embalagens fracionadas de um quilo, levando a marca Danby.

    FOCO

    Desde a inauguração da ampliação da Unidade de Beneficiamento de Leite, em Capão do Leão, no ano de 2008, a Cosulati vem focando sua atuação no processamento de leite em pó. Atualmente, a produção já corresponde por 75% da industrialização.  A unidade tem capacidade instalada para transformar 600 mil/litros de leite/dia em leite em pó. Detentora da classificação “A” para os processos de exportação, investe na qualificação permanente de todos os  envolvidos na cadeia produtiva do setor através de treinamentos com colaboradores, produtores e transportadores. Recentemente, implementou processo automatizado para a coleta de leite nas propriedades rurais, através de projeto pioneiro desenvolvido em conjunto com a  Embrapa e o Sindilat/RS.

    Os resultados positivos também são conquistados graças ao trabalho de extensão no campo, desenvolvido pelo corpo técnico da Cosulati que auxilia e orienta os cooperados na persistência pela qualidade do leite. O trabalho também visa  o equilíbrio nutricional e a excelência na genética dos animais.

     A aceitação do produto nos mercados interno e agora no externo e a consolidação de uma carteira de clientes  formada pelos  maiores  grupos industriais do ramo alimentício do País coroam o sucesso deste trabalho.

    MERCADO

    A Venezuela é, atualmente, um dos maiores importadores do leite em pó brasileiro.  No ano passado, as exportações de lácteos geraram receita de US$ 122,9 milhões, deste valor, 96,8% foram provenientes das negociações de leite em pó e leite UHT e o restante, 3,2%, com os embarques de creme de leite e leite condensado. A expectativa é de que os negócios sejam incrementados neste ano.




    Comentários