YARA FERTILIZANTES CONFIRMA INVESTIMENTOS DE R$ 1 BI EM RIO GRANDE

    PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 11.04.2016: O governador José Ivo Sartori recebeu, na manhã desta segunda-feira (11), do presidente da Yara Brasil Fertilizantes, Lair Hanzen, a confirmação de investimentos privados, pela Yara Brasil Fertilizantes, na ordem de R$ 1 bilhão, em seu polo de produção em Rio Grande. O projeto prevê a ampliação e modernização do seu complexo industrial, que atualmente contempla píer próprio com ligação com o modal ferroviário, duas fábricas de produção, uma unidade industrial misturadora de fertilizantes e armazéns de depósito de produtos. Luiz Chaves/Palácio Piratini

    O Rio Grande do Sul receberá investimento de R$ 1 bilhão da Yara Fertilizantes até 2020. A confirmação foi feita pelo presidente da empresa no Brasil e vice-presidente da Yara International, Lair Hanzen, em audiência com o governador José Ivo Sartori nesta segunda-feira (11), no Palácio Piratini. Os recursos serão aplicados na ampliação e na modernização do seu complexo industrial, em Rio Grande, que atualmente contempla píer próprio com ligação com o modal ferroviário, duas fábricas de produção, uma unidade industrial misturadora de fertilizantes e armazéns de depósito de produtos. Em fevereiro de 2015, a empresa já havia manifestado a intenção de ampliar a sua planta na zona sul do estado.

    Após o encontro com executivos da Yara, líder mundial em nutrição de plantas, Sartori afirmou que o governo estabeleceu uma política forte para a atração de investimentos privados. “Estamos aqui para promover o desenvolvimento com sustentabilidade, reduzir a burocracia e incentivar pequenos, médios e grandes negócios, como é o caso da Yara Fertlizantes”, disse Sartori. Acrescentou que essa ação do governo, integrada e bem articulada, somente em 2015 captou 53 projetos, que totalizaram a confirmação de R$ 20,8 bilhões para o Rio Grande do Sul.

    De acordo com Hanzen, os aportes no complexo localizado no RS possibilitarão que a Yara siga contribuindo para o desenvolvimento da agricultura, já que a expectativa é que o Brasil se torne o maior produtor mundial de alimentos nos próximos anos. A ampliação da unidade, além de apoiar o desenvolvimento da região, duplicará a fabricação e a capacidade de mistura de fertilizantes. Em seu ápice – nos anos de 2017 e 2018, as obras devem criar mais de mil vagas diretas de trabalho, além de três a quatro mil indiretas. Junto a isso, os aportes no complexo visam ampliar a capacidade de atendimento em mercados da Região Sul, do Mato Grosso do Sul e do Paraguai, por exemplo.

    “O investimento irá suprir a demanda dos agricultores brasileiros de vários estados nos próximos 25 anos. Por sua eficiência operacional e localização privilegiada, Rio Grande tem um papel fundamental para nosso desenvolvimento sustentável no país. Acreditamos no futuro do agronegócio brasileiro, que cresce mesmo em um cenário adverso. Nosso plano aqui é de longo prazo”, afirma Lair Hanzen.

    Participaram do ato o vice-governador José Paulo Cairoli e os secretários  Fábio Branco (Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia), Giovani Feltes (Fazenda), Ernani Polo (Agricultura, Pecuária e Irrigação) e Tarcísio Minetto (Desenvolvimento Rural e Cooperativismo), além de executivos da empresa.

    Investimentos em Rio Grande

    Em Rio Grande, onde está presente desde a década de 1970, a companhia investe em um crescimento sistêmico e continuado. “Nos últimos três anos, a Yara realizou aportes para a modernização do complexo de Rio Grande, que incluíram a instalação de um novo sistema de esteiras, aumentando as interligações do armazém com o píer, dois novos misturadores, reforma do píer, instalação de dois novos guindastes e modernização da galeria do píer, além de consideráveis investimentos ambientais, totalizando R$ 225 milhões”, explica Leonardo Silva, diretor de Produção da Yara Brasil.




    Comentários