ECOSUL FAZ ENTREGA DE TRÊS VIATURA À PRF

    Ecosul entrega viaturas PRF_ Foto_ Johny Calegaro01

    Veículos foram repassados através de convênio entre ANTT, PRF e a concessionária e serão utilizados na fiscalização das estradas do Polo Pelotas

    A Ecosul formalizou a entrega de três viaturas para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na manhã desta quinta-feira(30) em evento realizado na sede da concessionária, no km 511 da BR 116, em Pelotas. A iniciativa faz parte do convênio firmado entre a União, por intermédio do Ministério da Justiça (MJ), representado pelo Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF) e a Ecosul, com a interveniência da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que prevê a aquisição de bens e a contratação de serviços por parte da concessionária à PRF. Segundo o diretor superintendente da Ecosul, José Palermo, o trabalho conjunto entre a PRF, ANTT e concessionária é de extrema importância para a segurança e fluidez das rodovias. “Estes novos veículos são um ganho para a segurança das nossas rodovias já que a efetiva presença da PRF no Polo Pelotas é balizador para as ações de segurança nas rodovias que administramos”, destacou Palermo.

    O convênio, firmado em 2014, visa promover o aparelhamento necessário à execução dos serviços de policiamento e apoio à fiscalização do tráfego nas rodovias administradas pela Ecosul e faz parte do 3o termo aditivo do contrato entre Ecosul e Poder Concedente.  As três viaturas são modelos Focus, da marca Ford, e totalizam o valor de R$ 227.200,00. De acordo com o gerente de contrato, Matheus Fernandes, o valor anual do convênio foi fixado de acordo com a base monetária de 1999 e tem mesmo índice de reajuste que a tarifa de pedágio conforme estabelecido no contrato de concessão. “Este ano o total de repasse para suprir as necessidades da PRF totaliza em R$ 404.260,06”, informa. A entidade faz a gestão dos recursos de acordo com suas necessidades, que vão desde a aquisição de bens até a revitalização de infraestrutura dos postos de atendimento da polícia.




    Comentários