ENTIDADES EMPRESARIAIS PEDEM A DEPUTADOS QUE APOIEM VETO AO REAJUSTE DE SALÁRIOS

    dud_9240
    Representantes da FIERGS, Fecomércio , Farsul, Federasul e FCDL se reuniram com o vice-presidente Adilson Troca, na Assembleia Legislativa, para entregar ofício de apoio ao veto do governador José Ivo Sartori aos reajustes dos servidores do Judiciário e Legislativo. As entidades afirmam que para o Estado reencontrar o equilíbrio fiscal precisa de políticas austeras e responsáveis. Segundo o documento, “a realidade das contas públicas do Rio Grande do Sul, como é de pleno conhecimento da sociedade gaúcha, está a exigir sacrifícios de todos. Nossa dívida pública cresce 18% ao ano e está em R$ 68 bilhões, representando duas vezes o que se gera de receita”.
    Ainda, de acordo com as entidades, “já descumprimos a Lei de Responsabilidade Fiscal, ao extrapolarmos o limite de 60% com despesas de pessoal e comprometer 75% da receita. Isto sem falar dos inativos, que já são em número maior do que os ativos, nos remetendo a uma situação caótica. Para que o Estado possa reencontrar o caminho do equilíbrio fiscal, retomar a capacidade de investimento e prestar serviços dignos à sociedade, são necessárias políticas públicas austeras e responsáveis”.
    Ao final do ofício, as federações reiteram que, “como entidades de classe e em nome dos empresários gaúchos, temos o dever de solicitar que vote pela manutenção dos vetos do governador José Ivo Sartori aos Projetos de Lei de aumento nos vencimentos dos servidores da Assembleia Legislativa, Defensoria Pública, Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado, que em breve serão apreciados pela Assembleia Legislativa. Manter o veto é estar ao lado do Rio Grande e a serviço do povo gaúcho”.
    (Crédito foto: Dudu Leal)



    Comentários