REDE SÃO GONÇALO DE RÁDIO VAI DEBATER OBRAS DE INFRAESTRUTURA DA REGIÃO

    reunião osmar terra

    Reunião no gabinete do ministro Osmar Terra, que aceitou ser o ‘patrono da causa.’

    Num território que sequer elegeu um deputado federal, a primeira coisa que se percebe em ano eleitoral é a incapacidade regional de se gerar demandas em momento decisivo para a montagem do orçamento federal de 2017. O vácuo aparece e a partir dele as respectivas ocupações. Louváveis as iniciativas das entidades de classe, sobretudo do Cipel, em manter viva a perspectiva de continuidade das obras das rodovias, que são de sumo interesse de pelotenses e riograndinos. Para tanto a colaboração do deputado federal Cajar Nardes-PR e dos ministros Eliseu Padilha e Osmar Terra (FOTO), ambos gaúchos, será decisiva.

    Neste mesmo sentido surge também a Rede São Gonçalo, o canal da integração, capitaneada pelo Pelotas Treze Horas, da R.U. A Rede já foi transmitida do Porto de Pelotas, em defesa dos interesses daquele local que está recebendo investimentos vultosos. Gerou recentemente de Canguçu, tratando também dos interesses daquela região que reúne a maior população rural da zona sul. E, dentro de alguns dias, será instalada em Brasília, para radiofonizar para os ouvintes, compromissos daqueles que estão com a responsabilidade de ‘tocar’ os projetos de infraestrutura que aqui são de suma importância: acesso sul ao porto de Pelotas; duplicação da BR-116, trecho Guaíba Pelotas; Acesso ao Porto de Rio Grande; Segunda ponte do São Gonçalo e conclusão do contorno de Pelotas; Podemos colocar ainda a segunda ponte do Guaíba. Todos estes temas serão pauta dos interlocutores convidados gerados exclusivamente por quem não detém mandato.

    Na foto, reunião no gabinete do ministro Osmar Terra, que aceitou ser o ‘patrono da causa.’




    Comentários