DELTA PLASTICS ANUNCIA INVESTIMENTOS DE R$ 10 MI EM PELOTAS

     deltaplastics

    A empresa norte-americana Delta Plastics, com sede nos Estados Unidos, fabricante de mangueiras plásticas para irrigação, está investindo R$ 10 milhões na sua instalação no Distrito Industrial de Pelotas. Foram feitas melhorias nos dois pavilhões da antiga Plastpel, na BR-392, km 72, onde se encontra o maquinário e estão sendo realizados testes. Mais R$ 10 milhões estão previstos para a segunda fase, a partir de 2017. A empresa norte-americana procurava um local para sua sede no Rio Grande do Sul e optou por Pelotas. Esta unidade abre perspectivas de aumento de produção e, com isso, de geração de mais empregos, segundo seus diretores. A principal razão da escolha da empresa por Pelotas é o fato do Município dispor de logística apropriada para o investimento e, principalmente, pelo acesso rodoviário e por contar com o Porto, que futuramente deverá ser utilizado para transportar a produção para outras regiões. Nesta primeira fase (até o final deste ano), 20 empregos diretos estão sendo gerados, além de indiretos. Na segunda fase (em 2017), as ofertas serão ampliadas.

    Dois diretores dos Estados Unidos estiveram em Pelotas acompanhando o alinhamento da fábrica, a fase de instalação de maquinário e de testes. O diretor executivo Sean Whiteley e o diretor da Delta na América Latina, Scott Coleman, vieram ao município para comparar a qualidade da produção das mangueiras e da matéria prima empregada, para que estejam ajustadas aos padrões americanos. Eles apresentaram ao prefeito as etapas do funcionamento da máquina de fabricação, desde a alimentação do equipamento com polietileno granulado até a mangueira ser enrolada na bobina.

    Há quatro safras a empresa atende produtores da região. As mangueiras eram importadas. Agora, com a fabricação local, haverá baixa de custos. A Delta Plastics comercializa serviços. Técnicos e agrônomos vão às propriedades, realizam estudos sobre o tipo de irrigação adequado (há mangueiras de diversos diâmetros), acompanham a instalação do sistema, recolhem e substituem o material utilizado e o encaminhando para reciclagem – que também será feita na sede da fábrica no primeiro semestre do ano que vem.

    O diretor industrial e operacional da unidade local da Delta Plastics, engenheiro Flávio Merch, informa que a capacidade de produção da fábrica será de 800 a mil rolos de mangueira flexível por mês – o suficiente para atender a demanda dos produtores que atualmente adotam o sistema. “As instalações da indústria estão projetadas para duplicar a produção, com a colocação de mais uma máquina, caso o mercado se mostre favorável.”




    Comentários