CONFIRMADA REUNIÃO DA BANCADA GAÚCHA PARA DEBATER OBRAS DA BR-116

    Iniciativa é do deputado Zé Nunes e da presidência da Assembleia Legislativa

    Iniciativa é do deputado Zé Nunes e da presidência da Assembleia Legislativa

    Reunião terá cobertura completa do ‘Caminhos da Zona Sul’, Programa Treze Horas e Rádio Universidade

    A Frente Parlamentar em Defesa da Conclusão da Duplicação da BR – 116 e a Presidência da Assembleia Legislativa promovem reunião com a bancada gaúcha no Congresso Nacional para debater formas de garantir a conclusão das obras de duplicação da rodovia. O encontro será no dia 20 de março, a partir das 14 horas, no Plenarinho João Neves da Fontoura, e segue uma das deliberações da reunião da Frente realizada em Camaquã, em dezembro de 2016.

    Subscrevem a iniciativa os deputados federais CajarNardes (PR), Henrique Fontana (PT), Afonso Hamm (PP), José Stédile (PSB) e DionilsonMarcon (PT). O objetivo é reunir deputados federais e senadores em Porto Alegre, além do Ministério dos Transportes, Polícia Rodoviária Federal, DNIT, Governo do Estado do Rio Grande do Sul, prefeitos, vereadores e entidades empresariaispara debater o atual estágio da obra, a suplementação de recursos no orçamento do Ministério dos Transportes em 2017 e o início da mobilização para designação de emenda de bancada ao Orçamento Geral da União.

    Trata-se, na opinião de Zé Nunes, da obra de infraestrutura em andamento mais importante do Rio Grande do Sul, sendo que 56% da duplicação estão concluídos. Em alguns trechos, este percentual aumenta para 99%. O orçamento de 2017 prevê R$ 50 milhões, valor considerado insuficiente para as necessidades dos nove lotes da obra.“A unidade de todos será decisiva para a obtenção de êxito neste pleito, a fragmentação e a atuação isolada diminui a nossa força regional perante a necessidade de disputarmos realocações orçamentárias”, observa o deputado.

    Além de ser um entrave ao desenvolvimento da região, a situação da BR 116 preocupa frente ao crescimento do número de óbitos em colisões frontais. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, este tipo de acidente apresentou uma taxa de 40,4 mortes para cada 100 acidentes. Em 2014, identificou‐se que 89,71% das colisões frontais ocorreramem pistas simples, ocasionando 93,91% dos mortos nesse tipo de acidente nasrodovias federais do país.

    Estão sendo convidadas para a reunião as seguintes entidades:

    Ministro dos Transportes

    Ministro da Casa Civil

    DNIT

    Polícia Rodoviária Federal

    Governo do Rio Grande do Sul

    Secretário de Estado dos Transportes

    Secretário de Estado da Casa Civil

    Senadores do RGS

    Deputados Federais do RGS

    Deputados Estaduais do RGS

    Associação dos Municípios da Zona Sul – AZONASUL

    Prefeitos dos Municípios da Zona Sul

    Câmaras de Vereadores dos Municípios da Região Sul

    Associação dos Municípios da Costa Doce – ACosta Doce

    Prefeitos dos Municípios da Região Costa Doce

    Câmaras de Vereadores dos Municípios da Região Costa Doce

    Corede Sul
    Corede Centro-Sul

    Centro das Indústrias de Pelotas

    Centro das Indústrias de Rio Grande

    Aliança Pelotas

    Aliança Rio Grande

    Associações Comerciais e Industrias dos Municípios da Região Sul

    Associações Comerciais e Industrias dos Municípios da Região Costa Doce (Centro-sul)




    Comentários