ESPECIAL DE DOMINGO: ENTIDADES SE MOBILIZAM EM FAVOR DA DUPLICAÇÃO DA BR-116

    A prefeita Paula Mascarenhas convocou uma reunião com entidades locais e regionais na sexta-feira (17) para articular ações que mobilizem todo o Estado a favor da continuidade das obras de duplicação da BR-116. Em 2017, R$ 60 milhões do orçamento do governo federal foram direcionados às obras, aporte que contempla apenas 10% do projeto. “Devemos unir forças em estratégias comuns para mostrar a importância da duplicação não só para a Zona Sul, mas para todo o Rio Grande do Sul”, defendeu a prefeita na abertura da reunião.

    O engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Vladimir Casa, afirmou que são necessários mais R$ 200 milhões para a conclusão de metade do trecho, além de outros R$40 milhões para o contorno de Pelotas, desde o Centro de Eventos da Fenadoce até a ponte sobre o canal São Gonçalo.

    No encontro, foi formada uma comissão que vai definir ações pontuais da mobilização. A intenção é que todo o grupo se reúna em março com o governador do Estado, José Ivo Sartori, e com a imprensa, com o objetivo de sensibilizá-los sobre a importância da duplicação para evitar acidentes e para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul.

    Representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) lembraram que entre 2014 e 2015 o aumento do número de mortes por acidentes de trânsito na BR-116 foi de quase 100%. A via também é uma importante ligação da região metropolitana ao Porto do Rio Grande, um dos maiores do País.

    Prioridades

    De acordo com o engenheiro do Dnit, o recurso já disponibilizado será utilizado para liberar trechos considerados prioritários, como os viadutos de Turuçu e Barra do Ribeiro e o trecho de 22 km entre Barra do Ribeiro e o Restaurante das Cucas, ponto de referência utilizado por quem utiliza a BR. “Se possível, também gostaríamos de liberar o trecho de 19 km entre Pelotas e Turuçu, os 9 km em Turuçu e ainda os 13 km próximos a Cristal”, disse.

    Estiveram representadas na reunião a Aliança Pelotas, Aliança Rio Grande, Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul). Participaram os prefeitos de Jaguarão, Favio Telis – atual presidente da Azonasul-, de Turuçu, Selmira Milech Fehrenbach, e de São Lourenço do Sul, Rudinei Härter; o presidente da Câmara de Vereadores, Luiz Henrique Viana (PSDB), e o vereador e líder do governo na Câmara, Fabrício Tavares (PSD).




    Comentários