NOVA RODOVIÁRIA DE RIO GRANDE SERÁ INAUGURADA EM MAIO

    Rodoviária fica no quilômetro 15 da ERS-734, à direita de quem trafega no sentido Centro-Cassino. Jornal Agora

    JORNAL AGORA – POR ESTHER LOURO

    Obra está sendo realizada pelo DAER e custeada pela Concessionária Estação Rodoviária do Rio Grande

    Quem passa pela avenida Itália, na região da Junção, não deixa de notar o avanço das obras da nova Rodoviária do Rio Grande. Segundo a direção da Concessionária Estação Rodoviária do Rio Grande, o projeto que tinha como previsão de entrega o primeiro semestre deste ano está com 85% das obras concluídas e a ampla estrutura deve ser inaugurada em maio.

    A Rodoviária fica no quilômetro 15 da ERS-734, à direita de quem trafega no sentido Centro-Cassino, e a obra é realizada pelo Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer) e custeada pela Concessionária Estação Rodoviária do Rio Grande.

    O local será o novo ponto de chegada dos ônibus intermunicipais e conta com uma área coberta de 4.200 m² e 10.000 m² no total, e além do embarque/desembarque, pode vir a oferecer serviços variados como farmácias, restaurantes e lotéricas. Se assim se confirmar, essa oferta de serviços deverá ser útil, também, para os moradores da região.

    PROJETO

    O projeto de 20 mil metros quadrados atende ao Ato Normativo – Daer 1321/11 para rodoviária de 1ª categoria. Contempla um empreendimento de alto padrão, contendo amplo terminal com espaços climatizados, estacionamento rotativo, espaços para lojas e uma torre com cinco pavimentos, que será entregue posteriormente ao restante da obra.

    MOBILIDADE

    O gestor da Secretaria de Mobilidade Urbana e Acessibilidade (SMMUA), Júlio Martins, em reportagem do Agora no último dia 18 de janeiro, adiantou que a nova rodoviária estava dentro do projeto do Binário, porém, a inauguração do local sairá sem a execução do desse projeto e, por isso, deverão ser feitas outras alternativas para escoar os coletivos:

    “O projeto das saídas já estão prontos, o Município já conta com esses recursos e estamos aguardando apenas que abra o caixa do Município para depois começar as obras das saídas. Temos também o Fundo Municipal de Multas e do Transporte Coletivo que tem algum recurso e que também deve ajudar. Por enquanto, a saída será por uma rua mesmo, após a municipalização da ERS, o Daer nos permitirá mexer mais, porque aí será uma avenida da cidade, mas, por enquanto, a saída será por uma rua que já existe ao lado da Rodoviária”, concluiu.




    Comentários