PARQUE TECNOLÓGICO DEVERÁ RECEBER NÚCLEOS DA UCPel e UFPel

    Pronto para conectar mercado, pesquisa e tecnologia, o Pelotas Parque Tecnológico deverá receber núcleos das incubadoras da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). As tratativas estão sendo negociadas entre as reitorias das instituições e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sdet), Fernando Estima.

    O reitor da UCPel, José Carlos Pereira Bachettini Júnior, visitou as dependências do prédio e reafirmou o interesse de participar do Parque. “Nossa ideia é trazer um braço do Centro de Incubação de Empresas da Região Sul da UCPel (Ciemsul) para interagir com outras empresas”, afirmou.

    Conversa semelhante teve a equipe da Sdet na reitoria da UFPel, quando tratou com o reitor Pedro Curi Hallal da aproximação entre a Conectar, Incubadora de Base Tecnológica da UFPel, e o Parque. O espaço para empresas já graduadas pelas universidades será ainda apreciado pelo Conselho de Administração do Parque.

    O Parque é uma associação civil sem fins lucrativos e recebeu as sedes da Sdet e da Companhia de Informática de Pelotas (Coinpel) no final do ano passado. Houve um período para a adequação da lei dos convênios e agora a expectativa é que o edital para ocupação dos espaços seja publicado até abril. Serão oito salas disponíveis para empresas consolidadas e 19 para pós-incubadas ou em processo de aceleração.

    O espaço conta com 5.053 metros quadrados de área construída e, além das salas, terá auditório com 228 lugares, 65 vagas para estacionamento e restaurante / cafeteria em espaço de coworking.




    Comentários