BR 116: PRESIDENTE DA AZONASUL PARTICIPA DE REUNIÃO EM CAMAQUA

    A necessidade de imprimir o pragmatismo para a definição de estratégias e agendas do grupo de mobilização regional que trabalha ações políticas pela retomada das obras de duplicação da BR 116 foi a tônica dos pronunciamentos durante a reunião promovida na última quarta-feira (19), na sede do Sindilojas, em Camaquã. A atividade definiu os representantes que estarão em Brasília no fim da tarde do próximo dia 26, para audiência com o ministro dos Transportes, Mauricio Quintella.

    Segundo o presidente da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), Favio Telis, prefeito de Jaguarão, a solicitação será clara: “a região não abre mão e precisa que o Governo Federal libere R$ 200 milhões para que as obras retomem”, enfatizou.

    Telis também confirmou que os prefeitos da entidade estão empenhados em abrir agenda com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha para a mesma data, quando a postura será de pressionar e sensibilizar sobre a importância dos recursos para a região. O presidente adiantou  que o discurso do grupo em Brasília será claro e objetivo, de forma a instigar ministros a buscarem alternativas, como o remanejo de verbas e adequação orçamentária.

    Já o superintendente do DNIT, Vladimir Casa, salientou que R$ 59 milhões já estão garantidos, sendo que destes, R$ 42 milhões já foram empenhados pelo DNIT junto às empresas. “A liberação desse recurso é um bom sinal, mas é necessário o foco no valor de R$ 200 milhões que é o estimado pelo grupo para este ano\”, destacou Casa, ao informar que nos dias 8 e 9 de maio , uma equipe do Ministério dos Transportes virá a Pelotas para vistoriar a obra da BR-116.




    Comentários