CONSTRUÇÃO DA NOVA PONTE DO GUAÍBA DEVE PERDER R$ 100 MILHÕES EM 2017

    Foto: Félix Zucco / Agencia RBS (Arquivo)

    A construção da nova ponte do Guaíba deve perder R$ 100 milhões que seriam usados em 2017. A confirmação da diminuição no repasse deve ocorrer neste mês.

    A obra tem previsão de receber R$ 229,5 milhões neste ano, de acordo com a Lei Orçamentária. Porém, no fim de março, o Governo Federal anunciou corte de gastos de R$ 42,1 bilhões. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) está precisando adequar seu orçamento.

    Dos R$ 8,9 bilhões previstos para a autarquia em todo o Brasil no ano de 2017, aproximadamente R$ 3 bilhões serão cortados. Em entrevista ao Gaúcha Atualidade, desta terça-feira, o superintendente do Dnit no Rio Grande do Sul, engenheiro Hiratan Pinheiro da Silva, acredita que haverá redução no ritmo de trabalho.

    – O que acontece de fato na ponte: ela reduz o ritmo de trabalho. Ela não vai alcançar seu máximo ritmo de trabalho mensal – projeta Hiratan.

    Por enquanto, os recursos garantem o andamento da obra até junho. Já foram investidos mais de R$ 350 milhões na construção da nova travessia. Até agora, 46,95% dos trabalhos foram finalizados. Para ser concluída, a obra precisa de aproximadamente R$ 550 milhões. Hoje, não há previsão de término dos serviços, que ainda dependem da remoção de famílias e construção de mais de mil moradias.

    A diminuição no orçamento do Dnit também irá impactar na conservação e manutenção das rodovias federais do Rio Grande do Sul. Dos R$ 356 milhões previstos para 2017, há a expectativa que chegue somente R$ 250 milhões. Com isso, os recursos devem acabar em outubro.

    Já sobre a duplicação da BR-290, entre Eldorado do Sul e Pantano Grande, Hiratan comentou que não há previsão de recebimento de valores para 2017. O dinheiro que hoje existe para executar alguns serviços nos lotes um e quatro são referentes a valores que não foram usados em 2014.




    Comentários