CIPEL LOTA PARA CELEBRAR 70 ANOS

    Ao reverenciar a ousadia e o espírito de coletividade do industrial Eraldo Giacobbe, que em 1947 fundou o Centro das Indústrias de Pelotas (Cipel) promovendo, posteriormente, a instalação do Serviço Social da Indústria (Sesi), o presidente Amadeu Fernandes destacou a inserção da entidade no contexto desenvolvimentista do município e da região. A celebração das sete décadas de trabalhos ininterruptos do Cipel lotou o Salão de Eventos do Sesi durante a noite de ontem.

    Conforme Amadeu, o Cipel é uma entidade formada por indústrias, empresas prestadoras de serviços e profissionais liberais que têm o espírito de coletividade presente, focando ações no desenvolvimento, no progresso com uma visão regional para tal. “Desde que nossa diretoria assumiu a coordenação dos trabalhos do Cipel, há exatamente um ano atrás, decidimos nos envolver de corpo e alma em uma questão regional que é a continuidade das obras de duplicação da BR 116,  através da efetiva participação em audiências e reuniões sobre a pauta. Pois nesta noite,  é imperioso enaltecer o espírito de união das lideranças da Zona Sul em torno deste tema. Estamos orgulhosos de participar desta grande mobilização onde estamos mostrando a coesão do grupo e n&atil de;o tenho dúvidas de que seremos vencedores!”, contextualizou.

    HOMENAGENS – Durante o evento, o Cipel prestou homenagem aos ex-presidentes através da entrega de uma insígnia com a logo da entidade esculpida em estrutura de cobre para representar a longevidade e a nobreza, marcas perpetuadas ao longo dos 70 anos de serviços prestados. Dentro das comemorações, ocorreram durante o período da tarde a transmissão especial do programa Pelotas Treze Horas, diretamente da Casa da Indústria e a entrega de homenagem de reconhecimento à advogada Vera Maria Salcedo, que trabalha com o Cipel e os sindicatos patronais da indústria há mais de 30 anos.

    SHOW – Quarenta músicos da Sociedade Pelotense Música pela Música apresentaram show especial montado com repertório exclusivo para assinalar a data festiva do Cipel. O grupo mereceu aplausos efusivos da plateia.




    Comentários