MOBILIZAÇÃO: FENADOCE SEDIOU AUDIÊNCIA DA A.L. PELA DUPLICAÇÃO DO TRECHO SUL DA BR-116

    A 25ª Fenadoce, que acontece até 18 de junho em Pelotas/RS, foi o palco da audiência pública sobre a duplicação da BR-116, promovida pela Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo da Assembleia Legislativa do RS, durante a tarde desta segunda-feira, 12. Com representações políticas e empresariais de diversos municípios da região, a audiência marcou a feira como uma das vitrines da região sul do Estado e também buscou reforçar a união das entidades e partidos envolvidos pela finalização da obra.

    O conselheiro-gestor da Câmara de Dirigentes Lojistas de Pelotas, Mauro Bessa, deu as boas-vindas aos integrantes da mesa da audiência através do presidente da Comissão, deputado estadual Adilson Troca, juntamente com a presença da corte da feira, formada pela rainha Fernanda Rott e as princesas Bibiana Dias e Laura Braga. “O recado da CDL é para que aqui tenhamos grandes debates sobre a duplicação independente de ideologia política, estamos aqui para unir forças”, afirmou Bessa.

    A prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, reconheceu a força da Fenadoce no contexto político. “A feira é a vitrine das nossas potencialidades”, comentou. Paula destacou que a pauta da duplicação tornou a região mais forte. “Nossa região não tinha a tradição de se unir e está aprendendo com as dificuldades”, disse ela, ressaltando que a BR-116 “é o caminho da economia gaúcha”. A luta atual pela defesa da duplicação, segundo Paula, é de garantir ao menos um orçamento de R$ 200 milhões para a continuidade da obra somente em 2017. “Temos que chegar em Brasília na hora certa, na hora em que esteja sendo reanalisado o orçamento deste ano e lutar pela obra pública mais importante do Estado”, defendeu ela. A partir dos debates propostos na audiência, Paula crê que em breve seja confirmada uma agenda oficial de visita ao Ministério dos Transportes pelos grupos que trabalham em defesa da duplicação.

    A audiência foi proposta pelo coordenador da Frente Parlamentar pela Conclusão da Duplicação da BR-116 e deputado estadual Zé Nunes (PT), que citou os avanços que a união entre os municípios vem conquistando. “Graças a isso nós já conseguimos que a obra voltasse a continuar em alguns momentos importantes, agora precisamos desses R$ 200 milhões para se tentar que em 2019 ela possa ser concluída e não atrase ainda mais”, explicou. O presidente da Câmara de Vereadores de Pelotas, Luiz Henrique Viana, também apontou a união como a principal força pela obra. “É um movimento nunca visto na região, tem aproximado cidades, empresariado, políticos e pessoas que não vão parar até que essa obra esteja finalizada em sua totalidade”, exclamou.

    O superintendente estadual do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/RS), Hiratan Pinheiro da Silva, apresentou ao público o cronograma inicial, o planejamento orçamentário e a atual situação em que se encontra a obra. “Atualmente, trabalhamos com uma grande limitação orçamentária, estamos reorganizando o planejamento a cada recurso reduzido”, explicou Silva. De acordo com ele, a obra, que iniciou em 2012, tinha perspectiva de ser finalizada até dezembro de 2015.

    A audiência foi acompanhada ainda pelo chefe da 7ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, José Apodi Dourado, os deputados federais Affonso Hamm e Cajá Marques, os deputados estaduais Pedro Pereira e Miriam Marroni, o vice-reitor da Universidade Federal de Rio Grande, Danilo Giroldo, o prefeito de Jaguarão e presidente da Azonasul, Fávio Telis, o presidente do Centro das Indústrias de Pelotas (CIPEL), Amadeu Fernandes, o presidente do Sindilojas de Pelotas, Gilmar Bazanella, o vice-presidente da Aliança Rio Grande, Antonio Carlos Bacchieri, e o chefe geral da Embrapa Clima Temperado, Clenio Pillon.

    Festival de Moda iniciou programação
    Nesta segunda a programação da feira recebeu também os primeiros desfiles do Festival de Moda Fenadoce, projeto retomado depois de 13 anos. Serão três dias de palestras, desfiles, mesa-redonda e workshop. Durante o primeiro dia subiram à passarela do Multipalco 16 modelos vestindo roupas de dez lojas que estão presentes na feira: Leocam, D’Aguia, Pano Urbano, Bolsas Plaufer, Julia’s Closet, Malharia Schimitt, Debora’s Modas, Sbelty, Rê Moda Fashion e Mão Única. Os penteados e as maquiagens ficaram por conta do Studio C Cabelereiro e da Dailus. Os desfiles acontecerão novamente nesta terça, 13, e quarta, 14, às 16h e às 20h com novas lojas entre as peças exibidas.

    Programação
    A terça-feira, 13, na 25ª Fenadoce será de música e dança. Às 14h30 iniciam as apresentações escolares no palco principal da Praça de Alimentação. Às 19h30 iniciam as apresentações musicais no palco central da Praça de Alimentação com o grupo Os Guris, seguido por Dimprovizzo Hall. Às 20h30 é a vez do palco do Doce, que receberá Os Daltons para animar a noite dos visitantes.

    Evento
    A Fenadoce 2017 é realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Pelotas com patrocínio do Sicredi, Gelei, Governo do Estado do RS e Banrisul. A feira tem apoio da Caixa Econômica Federal, Deltasul, Net/Claro, Ecosul e Farmácia São João. O apoio institucional é da Prefeitura Municipal de Pelotas.

    SERVIÇO FEIRA
    O que:
    Feira Nacional do Doce – Fenadoce 2017
    Data: 31 de maio a 18 de junho
    Local: Centro de Eventos Fenadoce (Av. Presidente Goulart com a BR-116) – Pelotas (RS)
    Horário: seg a qui, das 14h às 22h; sex, das 14h às 23h; sáb, dom e feriado, das 10h às 23h.
    Ingressos: seg a sex: R$ 8,00 por pessoa; Sab, dom e feriados: R$ 10 por pessoa.
    Estacionamento: R$ 15,00
    Crianças até 6 anos não pagam ingresso e estudantes identificados com a carteira estudantil e idosos acima de 60 anos pagam 50% do valor.
    Site: www.fenadoce.com.br | Facebook: www.facebook.com/fenadoce




    Comentários