EMPRESA INCUBADA DA UCPEL COMEÇA ATIVIDADES NO PARQUE TECNOLÓGICO

    A startup Melhor Envio, incubada pelo Centro de Incubação de Empresas da Região Sul (CiemSul) da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), começou as atividades no espaço oferecido pelo Pelotas Parque Tecnológico. O grupo já atende onze mil clientes em todo o país.
    A Melhor Envio tem o foco em lojas virtuais de pequeno porte, oferecendo serviços logísticos de entregas para proporcionar mais competitividade e economia para esse tipo de negócio. O termo startup é usado para empresas que estão iniciando no mercado e já possuem um alto valor tecnológico agregado aos seus produtos.
    Para o fundador e diretor executivo da Melhor Envio, Éder de Macedo Medeiros, a empresa cresce a cada mês. “Como o mercado é muito grande e temos um time de marketing totalmente focado no crescimento da empresa, ainda há muito espaço para crescermos”, comenta.
    Éder ressalta que o Pelotas Parque Tecnológico é um ambiente onde se tem bastante liberdade. “Podemos trabalhar independentemente do horário e do dia – inclusive nos feriados. Os colaboradores do Parque são muito receptivos e prestativos. Um ponto muito importante é que, agora, mantemos toda a equipe (hoje com 16 pessoas) no mesmo ambiente”, justifica.
    Outro fator importante citado por Éder, é que antes da empresa tomar posse no Parque, ela estava instalada na incubadora da UCPel – o Ciemsul, que segundo ele também era um ótimo ambiente para startups. “Como nosso time cresceu bastante neste último semestre, acabamos ocupando duas salas do CiemSul. Agora, no Parque Tecnológico, conseguimos uma sala maior que acomoda todos os funcionários no mesmo ambiente”, comenta.
    Sobre os planos para o futuro da empresa, Éder explica que uma das prioridades é a busca por mais investimentos. “No final do ano, a Melhor Envio será uma máquina de crescimento e não irá parar até solucionar o problema logístico brasileiro. Enquanto isso, em 2018, começará o processo de internacionalização por alguns países da América Latina e, depois, do mundo”, conclui.
    Com exceção da Melhor Envio, que já está instalada no Parque Tecnológico, as demais empresas habilitadas no edital foram: Brave, Club Menager, Freedom, Gestum, Magen, Outdabox, Otium, TopCam e Vetorial. Outras empresas de incubação através de instituições de ensino superior como a Alpago, Digital Heritage, Donamid, Empathy, Estúdio Santa Irene, EWBio, Indeorum e Partamon também devem ocupar espaços no Parque.
    O Pelotas Parque Tecnológico tem por objetivo ser um centro de referência para empresas embrionárias, no segmento de Tecnologia da Informação e Comunicação, Indústria da Saúde e Indústria Criativa, identificando a importância relativa dos atributos que contribuem para oportunizar um ambiente único e favorável para disseminação da ciência, tecnologia, inovação e conhecimento.



    Comentários