AGRO: EXPOINTER 2017 / OLIVICULTURA MOSTRA SEU POTENCIAL NO SALÃO DO EMPREENDEDOR

    Azeite: produção nacional conquista espaço após avanços tecnológicos – Foto: Sergio Coimbra.

    Produção de azeite de oliva sofreu um crescimento de mais de 2000% nos últimos 10 anos

    O Brasil é o segundo maior importador de azeitonas e de azeites extra virgem do mundo, segundo o Conselho Oleícola Internacional. Ao ano, é importado mais de R$ 1 bilhão de produtos. Para valorizar o crescimento e reconhecer o potencial desta cadeia produtiva no Estado, o Salão do Empreendedor, na Expointer, possui espaço dedicado a Olivicultura. O Salão do Empreendedor está localizado no Pavilhão Internacional da Expointer. Todas as atividades são gratuitas.

    Nos últimos 10 anos, o cultivo de oliveiras no Rio Grande do Sul cresceu, em média, 2000%, tendo toda a produção direcionada para a extração do azeite. Restrições com o clima, melhores regiões para cultivo e outros processos podem ser conferidos através de um vídeo, que mostra o caminho realizado pelo produto – do cultivo até a distribuição. Uma das atrações que mais chama a atenção é o mapa interativo, que possibilita identificar as regiões que possui clima propício para o plantio. Para a aposentada Maricelsa Bertoldi, de Três de Maio, é importante saber como é feito o azeite de oliva. “Para nós, consumidores, é bom saber os processos de produção daquilo que é consumido”, diz.

    Ao todo, 17 marcas estão expostas no espaço da Olivicultura, sendo que muitas já possuem prêmios nacionais e internacionais. Desse total, apenas um é encontrado em supermercado, sendo o restante comercializado através de e-commerce e mercados das regiões onde são produzidos. Diariamente, um técnico está disponível no espaço para explicação e retirada de dúvidas de produtores rurais, futuros investidores e curiosos. “O objetivo é mostrar ao público que, o que é feito aqui, também possui qualidade única e frescor, algo que produtos importados não oferecem ao público por seus longos processos de produção e transporte”, explica o técnico do SEBRAE/RS Pedro Pascotini.

    Salão do Empreendedor

    O Salão do Empreendedor é uma iniciativa da FARSUL, do SENAR-RS e do SEBRAE/RS, através do programa Juntos para Competir, com parceria da Fecomércio/Senac-RS, SENAI-RS e apoio da Embrapa por meio das unidades Pecuária Sul, Uva e Vinho e Clima Temperado. Nesta edição da Expointer, considerada uma das principais feiras do setor agropecuário na América Latina, o Salão do Empreendedor tem sua programação orientada a partir dos sete segmentos selecionados por seu potencial de desenvolvimento no Rio Grande do Sul: Apicultura, Horticultura, Olivicultura, Ovinocultura, Pecuária de Corte, Leite e Vitivinicultura. Neste ano, todo conteúdo, atividades e atrações interativas proporcionados pelo Salão do Empreendedor estão relacionadas à ideia de mostrar as principais cadeias produtivas do Rio Grande do Sul com a perspectiva ‘do campo à mesa’. Dessa forma, o público conseguirá perceber a conexão do que é fornecido pelos produtores rurais, passando pelos meios de processamento até a oferta ao consumidor.

    Com a inclusão da Fecomércio/Senac-RS, do Senai-RS e da Embrapa (apoio) ao grupo de entidades responsáveis pela organização do espaço e das atividades, o Salão torna-se mais completo. “A grande ideia é mostrar como se faz e o que está envolvido na produção de itens do dia a dia – detalhando cuidados, técnicas e tecnologia – e, claro, além disso, gerar oportunidades de negócios”, diz o presidente do Sistema Farsul e do Conselho Deliberativo Estadual do SEBRAE/RS, Carlos Rivaci Sperotto.




    Comentários